Gestão

5 passos para fazer uma análise SWOT

11/12/2014 • por meuSucesso .com

Com o relatório da análise em mãos, é possível traçar um panorama do estágio em que a companhia se encontra

A origem do conceito remonta às décadas de 1960 e 1970. A concepção do que se convencionou chamar de análise SWOT é atribuída ao famoso consultor empresarial norte-americano Albert Humphrey. A proposta foi o resultado de um conjunto de pesquisas conduzidas por ele na Universidade de Stanford e passou a ser largamente utilizada por companhias dos mais variados segmentos e tamanhos para o planejamento estratégico.

Com o relatório da análise em mãos, é possível traçar um panorama do estágio em que a companhia se encontra. A interpretação desses dados permite que a empresa estipule metas viáveis para o crescimento.

O termo SWOT é uma sigla e deriva do inglês Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). As forças e fraquezas caracterizam o chamado ambiente interno, pois estão sob total controle da própria organização. Já as oportunidades e ameaças fazem parte do ambiente externo, pois não estão, necessariamente, sob o poder da companhia.

Para realizar uma análise SWOT, siga os seguintes passos:

1 – Divida o campo de análise

Para compreender de maneira mais clara e objetiva o cenário em que a empresa está inserida, é necessário dividi-lo em:

  • Ambiente externo (variáveis que afetam a empresa de fora para dentro)
  • Ambiente interno (variáveis que partem da companhia, de dentro para fora)

2 – Caracterize o ambiente interno

Determine as forças e fraquezas de sua empresa em comparação com outras do mesmo ramo. Elas podem ser medidas diante da quantidade e qualidade de recursos de uma empresa em face aos concorrentes, como mão de obra qualificada e receita, por exemplo.

3 – Caracterize o ambiente externo

É aqui que estão as oportunidades e ameaças, que podem mudar de acordo com o mercado em que o empreendimento está inserido. Por exemplo, uma oportunidade para uma empresa é o crescimento do setor do qual faz parte e o surgimento de novos nichos de consumidores. Já as ameaças podem ser a expansão ou o lançamento de novas tecnologias por uma concorrente do mesmo segmento.

4 – Diagrame os dados

Coloque as informações numa tabela 2x2, com duas colunas e duas linhas. Em um quadrante da primeira linha insira as forças e no outro as fraquezas. Na linha de baixo, coloque as oportunidades em um quadrante e as ameaças no outro.

5 – Analise o cenário encontrado

Com base nos dados levantados, verifique em que situação sua empresa está com relação ao cenário atual e verifique de que maneira você pode antecipar as oportunidades e se precaver de ameaças.

Conteúdo Administradores especial para o meuSucesso.com

Comentários