Marketing

A construção de uma nova marca

16/07/2014 • por Fabio Milnitzky

Ao passar por um processo de branding, a empresa entende os significados e sensações que vão além da simples funcionalidade de um produto ou serviço

Diversos clientes da consultoria de marcas que fundei são como vocês: pessoas convictas a seguir seus sonhos. Os motivos são muitos: desencantamento com o mundo corporativo, vontade de trabalhar por uma causa maior, mais grana, mais autonomia, “saco cheio” de chefes incompetentes, etc.. 

Em comum, todos desejam dar mais significado ao trabalho. Nenhum quer uma rotina menos estafante, mais equilíbrio ou tranquilidade. Pelo contrário. São pessoas dispostas a transformar seus sonhos em realidade com esforço, comprometimento e dedicação.  

Atualmente, tenho um cliente, Eduardo Gama, que foi executivo de sucesso em empresas multinacionais por mais de duas décadas. Um comercial de mão cheia, ele entende de finanças, marketing e tem visão estratégica. Resolveu que era hora de unir seu conhecimento profissional com uma grande paixão: o prazer de ouvir música e assistir filmes. Tecnicamente chamado de audiófilo, isto é, um estudioso do som, Eduardo resolveu transformar seu hobbie em negócio.  

Vale uma breve explicação sobre esse segmento. O mercado de som e imagem de altíssima qualidade é um nicho. Existe uma alquimia perfeita entre a aquisição do melhor produto e sua instalação, quando o potencial do produto deve ser utilizado ao máximo. De nada adianta, por exemplo, o cliente comprar um sistema de som caríssimo se a instalação não for personalizada e feita pelo técnico adequado. Os produtos deste nicho são marcas europeias, asiáticas e americanas. A maioria delas é desconhecida do grande público e quase nenhuma se encontra nas grandes lojas de varejo.   

O sonho do meu cliente era justamente oferecer o que não encontrou quando teve sua iniciação no mundo de som e imagem. Dessa forma, seu negócio foi estruturado em 2 pilares:
- O melhor portfólio de produtos: nesse caso, a melhor gama de produtos; um trocadilho que deu origem ao nome da empresa.
- Atendimento técnico e personalizado: por meio da união de duas palavras que normalmente ficam distantes (técnico e personalizado). A nova empresa deve ser capaz de desenvolver projetos personalizados e de acordo com a necessidade de cada cliente. Para isso, fez questão de contratar um profissional técnico, com anos de experiência, e garantiu a qualidade na entrega de sua proposta de valor. 

Para mostrar do que sua empresa é capaz, Eduardo montou um show-room com 3 salas em que os clientes podem ter a experiência de música e do cinema no patamar mais alto. Ele compreendeu que a mágica do seu negócio está na experiência de consumo. É nessa experiência que se dá a descoberta do som mais puro, da imagem perfeita. É no momento da experiência que os clientes acessam uma dimensão que nem sabiam que existia. O som e a imagem têm o poder de levar as pessoas ao passado, faze-las fechar os olhos, sorrir, chorar, ter arrepios e sonhar. 

E foi assim que nasceu o conceito da sua marca: “Uma nova dimensão”. Toda a estética da marca se desenvolveu a partir da Nova Dimensão e por meio de palavras-chave como expansão, descoberta, experiência e prazer. 

É justamente esse o ganho da empresa ao passar por um processo de branding: entender os significados e sensações que vão além da funcionalidade de um produto ou serviço. Neste caso, fica claro como o branding foi capaz de evidenciar a verdadeira vocação da empresa: levar os clientes a dimensão experiencial, aumentando a diferenciação da marca em relação aos concorrentes e elevando o sarrafo do mercado. Melhor que tudo isso, é ver nos olhos do empreendedor seu sonho tomando forma. Afinal, sem uma boa dose de paixão, nenhum negócio tem sucesso.  

 

Comentários

Quem escreve

Fabio Milnitzky

CEO em In Construção de Marcas

Formado em Comunicação Social pela ESPM, pós graduado em Administração pela FIA/USP e especializado em branding pela HSM, Fábio Milnitzky foi responsável pelo desenvolvimento e gestão de marcas nacionais como  XP Investimentos, Grow, Helbor, Colégio Renascença, Suzano, Multiplus, Zolkin, entre outras. Em 2013 fundou a IN Construção de Marcas, consultoria dedicada ao desenvolvimento de identidades corporativas e estratégias de comunicação.