Empreendedorismo

O que você precisa saber para ter um e-commerce de sucesso

27/10/2016 • por meuSucesso .com

Separamos aqui quatros pontos que consideramos essenciais

Você já deve ter lido por aí muitas listas com dicas de “como ter sucesso no e-commerce”. Na maioria dos casos, são sugestões de caráter mais técnico, focadas no design dos sites e funcionalidades que facilitem o fechamento das vendas. Isso, obviamente, é vital para que um empreendimento desse tipo deslanche. O Sebrae, inclusive, disponibilizou uma série de vídeos com orientações muito pertinentes, que você pode conferir aqui: https://www.youtube.com/watch?v=QL95IsgCVv4.

Neste texto, no entanto, gostaríamos de focar em alguns aspectos que, num primeiro momento, são tratados como secundários. Mas quando o trabalho começa, para valer, se você não dominá-los, pode colocar tudo a perder.

Separamos aqui quatros pontos que consideramos essenciais:

Estratégia de marketing digital

Nessa frente, englobamos tudo que diz respeito à promoção do seu negócio através da internet. E, cá para nós, se você vende pela internet, mídia offline faz pouco ou nenhum sentido. Divulgar sua empresa pela internet é mais objetivo e eficiente para a geração de vendas. Nesse sentido, o termo “digital” é até, de certa forma, redudante no intertítulo. Mas deixemos lá para evitar qualquer mal entendido e foquemos aqui no que interessa.

Se você quer ter sucesso com um negócio online, precisa, antes de tudo: 1 – entender as linguagens dos mais variados canais disponíveis na grande rede; 2 – estudar esses espaços e ver o que cada um pode oferecer aos seus objetivos; 3 – traçar estratégias e montar um plano; 4 – agir com assertividade. 

Para  uma estratégia de marketing digital eficiente, alguns elementos são básicos: 1 – definição clara de quem é seu público; 2 – definição clara de quais são seus objetivos; 3 – uso de ferramentas para gerenciar e mensurar as ações e resultados.

Ferramentas de gestão

Por falar em ferramentas, vamos dedicar aqui um tópico exclusivo a elas, porque esse é um aspecto muito importante. Quando você inicia um e-commerce, muitas vezes de forma quase artesanal, vendendo para os amigos e conhecidos no Facebook e Instagram, e o volume de vendas ainda é pequeno, é fácil administrar a situação. Mas quando seu negócio começar a crescer vai ser impossível controlar tudo sem o apoio de ferramentas. Hoje há no mercado software para facilitar sua vida em praticamente tudo. O ideal é ir aderindo a esses instrumentos ao passo que seu negócio vai evoluindo. Não faz sentido investir milhares num programa quando você ainda não vende o suficiente para justificar a despesa nem o volume de trabalho é tão pesado ao ponto de exigir uma automatização. 

Quando sua base de clientes for aumentando, é interessante buscar as primeiras ferramentas, que as empresas geralmente oferecem numa versão limitada e gratuita, mas que já atende às primeiras demandas. Na sequência, esses mesmos serviços oferecem versões mais completas, por meio de pacotes ou assinaturas adaptadas ao caixa do seu negócio.

Dependendo da sua demanda e do estágio do seu negócio, é importante ter ferramentas, pelo menos, para: gestão de leads, gestão de clientes, monitoramento de ações de marketing, gestão de equipes e gestão financeira.

Fretes

Um dos maiores gargalos do e-commerce no Brasil hoje é o frete. Caro e pouco eficiente, o serviço emperra na burocracia e no monopólio dos Correios. Atualmente, são poucos os serviços que podem ser oferecidos por outras empresas. De toda forma, dependendo do tipo de negócio que você tem, é importante avaliar as opções antes de definir a escolha. Existem transportadoras reconhecidas e eficientes hoje no mercado brasileiro, capazes de cumprir com excelência esse trabalho. E mesmo os Correios, apesar de alguns entraves, pode acabar sendo a melhor opção.

É importante, no entanto, você ter uma política muito clara sobre esse aspecto com seus clientes. Deixe bem claro os prazos e redobre o cuidado em períodos de datas comemorativas ou greves nos Correios, pois isso pode afetar suas entregas e gerar transtornos que vão afetar sua marca.

Tributação

Outro aspecto tenso para quem empreende na internet é a tributação. Com o crescimento do e-commerce, surgiram propostas para evitar perdas de arrecadação de ICMS em estados que compram mais do que vendem pela web. Embora tenha sido suspensa, a medida não morreu e ainda gera discussões. Além disso, conhecer o tipo de imposto e de tributo que incide sobre seu negócio é essencial ante de definir sua estratégia de precificação e suas ações de marketing. Um planejamento tributário mal feito pode gerar prejuízos severos.

E então: gostou das nossas dicas? Deixe seu comentário.

Conteúdo Administradores.com especial para o meuSucesso.com

Experimente por 7 dias grátis

Aprenda sobre vendas no meuSucesso.com. Experimente por 7 dias grátis.

Comentários