Pessoas

Como fazer o cálculo de produtividade da sua empresa e de seus funcionários?

23/04/2014 • por meuSucesso .com

Entenda como calcular a produtividade da sua empresa e de seus funcionários bem como as Fórmulas e Cálculo de Eficiência. Acesse.

O conceito de produtividade se baseia na relação entre saídas e entradas monetárias do setor que está sendo analisado ou de uma empresa no geral. O objetivo é mensurar em quanto tempo e com quanto dinheiro se realiza uma atividade, analisando esse resultado como produtivo ou não, caso em que medidas são tomadas para melhorar ou criar condições para o crescimento da produtividade.

 

O que é produtividade?

De acordo com Jairo Martins, superintendente-geral da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), uma empresa produtiva é aquela capaz de gerar mais produtos e serviços de qualidade, gastando pouco e dentro do menor tempo possível. Para colocar em números esses fatores é que se faz necessário calcular a relação entre as saídas de recursos, custos totais para obtenção dessas saídas, sem esquecer de considerar o tempo gasto.

A eficiência, que está ligada à ideia de produtividade vem da física. Transportado para o campo da Administração, esse conceito mantém sua característica de relação entre saídas e entradas. Em uma economia de mercado, a relação entre saídas e entradas, medidas em valores monetários, deve ser sempre maior que a unidade. Vale dizer que o valor dos produtos supera os custos dos insumos necessários para sua produção e dos custos fixos tais como juros e depreciação dos equipamentos, por exemplo.

 

Como calcular a produtividade da sua empresa 

Para quantificar a produtividade interna da empresa, então, deve-se comparar o que foi gerado com o que foi empregado de recursos para produzir determinado artigo, segundo o especialista do Sebrae Sérgio Leonardi. O resultado indicará o quanto está sendo consumido ou utilizado para cada unidade do que foi produzido ou entregue. Assim, pode-se utilizar a seguinte fórmula para cálculo de produtividade e eficiência, onde Δt representa o tempo gasto.

A fórmula acima pode ser adaptada para outros contextos, como cálculo de produtividade de mão de obra e de produtividade industrial, feitas as devidas alterações e acrescentados fatores específicos, como horas/trabalhador.

De forma simplificada, pode-se definir a produtividade como a razão entre saídas e entradas:

Produtividade = saídas/ entradas

Apesar de muito utilizada, essa definição apresenta algumas dificuldades de quantificação pois nem todos os custos e benefícios são facilmente mensuráveis. Dessa forma, fatores como a maior ou menor satisfação psicológica do trabalhador, o risco de acidentes, a qualidade das relações com a comunidade e a própria segurança da continuidade do empreendimento afetam custos e receitas, mas não são, em geral, incluídos na medida da eficiência ou produtividade, justamente por serem de difícil mensuração.

Existem três classificações das medidas de produtividade: parcial, múltipla e global. Se considerarmos apenas um tipo de entrada, a medida será parcial; se abranger mais de uma entrada, a medida será múltipla; e se envolver todas as entradas será global. É importante realizar o cálculo nesses três níveis, garantindo uma visão geral da produtividade da empresa, bem como explorando problemas e méritos localizados, como um determinado setor que esteja precisando de uma transformação para aumentar a produtividade.

 

Como aumentar a produtividade da empresa

A produtividade da empresa é um indicador de gestão, que mostra  se ela está tendo boa administração, além da posição em relação à concorrência, o grau de adequação da divisão das tarefas e a necessidade de adquirir novos recursos materiais. Para alavancar a produtividade laboral, deve-se considerar que a eficiência depende do seu profissionalismo na ação. Ou seja, cada item destacado necessitará de uma ação efetiva para que os resultados sejam gradativos e, consequentemente, produtivos para a empresa. Formas de melhorar a produtividade:

  1. Identificar falhas – é pra preciso olhar de fora para perceber onde a empresa está tendo brechas que a impedem de ser mais produtiva, planejando e executando o que está no papel, sempre em busca do objetivo final.
  2. Investir em formação – buscar desenvolver a equipe constantemente faz diferença no resultado, nem todos chegam à companhia com as competências adequadas às necessidades.
  3. Crie um bom ambiente de trabalho – um local agradável, que envolva os colaboradores cria um terreno fértil para produtividade.
  4. Comunicação – um dos pontos chave de uma empresa produtiva é seu canal de comunicação. Fortaleça a comunicação, pois a ineficiência é uma das principais causas para a queda na produtividade.
  5. Estabeleça metas – deixe claro o papel de cada funcionário no cumprimento das metas. O envolvimento com certeza aumentará o compromisso e, consequentemente, a produtividade.
  6. Gestão do tempo – A empresa deve estabelecer uma política clara contra o desperdício do tempo e disseminar este regimento entre seus colaboradores, deixando claro desde o momento da contratação. 
  7. Software e tecnologia –  quando bem empregados, softwares ou aplicativos permitem aos colaboradores acelerar processos, diminuir a burocracia desnecessária e automatizar tarefas manuais. A tecnologia é grande aliada da produtividade.

 

Conteúdo desenvolvido pelo Administradores.com exclusivo para o meuSucesso.com

Experimente por 7 dias grátis

Aprenda sobre vendas no meuSucesso.com. Experimente por 7 dias grátis.

Comentários