Inovação e Tecnologia

As tecnologias que vêm com as Olimpíadas

22/07/2016 • por meuSucesso .com

Confira lista de novidades que serão apresentadas no Rio

Os Jogos Olímpicos 2016 estão prestes a começar, no Rio de Janeiro, e além dos atletas do mundo todo, veremos em campo, nas quadras, nas piscinas e nas ruas também muita novidade tecnológica. No planejamento urbano, no controle de fluxo de visitantes aos locais de provas e também nas competições, muitas inovações serão apresentadas.

O site Startupi fez uma lista com as principais tecnologias que veremos durante os jogos e aqui separamos algumas para vocês conferirem:

Segurança e prevenção de crises

Durante os jogos, o Rio de Janeiro contará com um esforço concentrado do Centro de Operações Rio (COR), responsável por coordenar o monitoramento em tempo real de tudo que acontece na cidade e pode provocar distúrbios, como acidentes de trânsito, chuvas, manifestações, engarrafamentos etc. Segundo o Startupi, o COR contará com informações de 30 órgãos e, além de tecnologias próprias, utilizará serviços como Waze e Google Maps em seu monitoramento.

Tira-teima no vôlei

Nas provas de voleibol, o árbitro contará com o auxílio de dez câmeras, posicionadas estrategicamente para registrar pontos de dúvida, como bola fora ou dentro das linhas, toque na rede etc. O sistema “Chalenge” captará as imagens e as exibirá em um telão visível a todos no ginásio.

Contador na natação

Nas provas de natação, os competidores terão em suas raias dispositivos que contam a quantidade de metros percorridos. O objetivo é auxiliá-los na contagem do percurso em provas longas, de 800 a 1.500 metros. Mas o uso é opcional e quem preferir a contagem mental, para se concentrar melhor, poderá solicitar o desligamento do aparelho.

Anel no lugar do cartão de crédito

Patrocinadores dos Jogos, Visa e Bradesco vão aproveitar o evento para lançar no país uma nova modalidade de pagamento via anel. O dispositivo, que utiliza uma tecnologia chamada NFC (Near Field Communication), reduz o processo de pagamento por transmitir para a máquina os dados necessários, por meio de uma comunicação criptografada. Segundo o Startupi, todos os pontos de venda das arenas estarão equipados com a tecnologia e 3 mil pessoas participarão dos testes.

Comentários