Imagem retirada do site Shutterstock, que mostra uma equipe desenvolvendo o exercício Business Model Convas
Gestão

Canvas: passo a passo para o modelo de negócios

13/06/2017 • por meuSucesso .com

Aprenda como fazer o Business Model Canvas, exemplos e vantagens deste método passo a passo. Confira.

O Business Model Canvas é uma ferramenta que tem se popularizado bastante entre os empreendedores, com raízes profundas no mercado de alto impacto. Criado por Alexander Osterwalder por meio de pesquisas e testes realizados entre 2004 e 2010, é um ótimo instrumento para a elaboração de modelos de negócios. Mas, mais do que ajudar a tirar empreendimentos do papel, o Canvas pode ser bastante útil para analisá-los e organizá-los quando já estão em funcionamento.

Estruturar de maneira mais formal um negócio e criar mecanismos que permitam maior controle é algo que, obviamente, deve ser feito no início do empreendimento, mas que também pode ser feito quando ele já está em funcionamento. É aí que o Canvas entra como um importante aliado.

O modelo ajuda o empreendedor a ter uma visualização ampla do negócios, de maneira simples. A ferramenta consiste em um quadro (ver imagem no post), que pode ser impresso e colado num mural ou mesmo na parede. Ele apresenta em blocos o que o idealizador considera os nove fatores-chave de um empreendimento: parcerias-chave, atividades-chave, recursos-chave, proposta de valor, relacionamento, canais, segmentos de clientes, estrutura de custos e fontes de renda.

O Canvas pode ser utilizado de maneira bem mais rápida e interativa do que um plano de negócios, que é mais engessado, mais centrado em papel do que em interação. Ele tem como lógica você organizar e definir suas ideias. Em resumo, mostrar como sua organização gira.

 

Exemplo de Canvas e explicação de todas as etapas

Ao montar o Business Model Canvas, você deve serguir a ordem que elencamos abaixo. Além disso, também montamos um material, que foi feito especialmente para o Curso Start sobre empreendedorismo, que explica em detalhes todo o Canvas!

• Proposta de valor – Definir o produto ou serviço e o valor para os clientes. O valor, a razão ou o motivo pelo qual os clientes se interessam e adquirem os produtos e serviços.

• Segmento de clientes – Definir quem são os clientes que se pretende atender. Eles têm um perfil específico? Como estão agrupados? Onde estão localizados? Há uma necessidade comum?

• Canais – Definir de que forma os produtos serão conhecidos, como chegarão aos clientes e como os clientes irão interagir com o negócio.

• Relacionamento com clientes – Definir como fazer para conquistar e manter uma boa relação com os clientes.

• Receitas – Definir como e quanto se pagará pelos produtos.

• Recursos principais – Relacionar os recursos necessários para realizar a proposta de valor, para fazer o negócio funcionar.

• Atividades principais – Relacionar as ações necessárias para a realização da proposta de valor.

• Parcerias principais – Identificar fornecedores e parceiros para apoiar a realização da proposta de valor.

• Estrutura de custos – Levantar o que vai ser gasto para realizar a proposta de valor.

• Proposta de valor – Definir o produto ou serviço e o valor para os clientes. O valor, a razão ou o motivo pelo qual os clientes se interessam e adquirem os produtos e serviços.  • Segmento de clientes – Definir quem são os clientes que se pretende atender. Eles têm um perfil específico? Como estão agrupados? Onde estão localizados? Há uma necessidade comum?  • Canais – Definir de que forma os produtos serão conhecidos, como chegarão aos clientes e como os clientes irão interagir com o negócio.  • Relacionamento com clientes – Definir como fazer para conquistar e manter uma boa relação com os clientes.  • Receitas – Definir como e quanto se pagará pelos produtos.  • Recursos principais – Relacionar os recursos necessários para realizar a proposta de valor, para fazer o negócio funcionar.  • Atividades principais – Relacionar as ações necessárias para a realização da proposta de valor.  • Parcerias principais – Identificar fornecedores e parceiros para apoiar a realização da proposta de valor.  • Estrutura de custos – Levantar o que vai ser gasto para realizar a proposta de valor.

 

Benefícios de fazer o exercício do Canvas

O mais importante, claro, é poder visualizar a totalidade do negócio e organizar graficamente as ações para cada um. Mas há outros elementos aos quais os empreendedores devem dar atenção, principalmente no caso de empresas iniciantes.

Um deles é a segmentação de clientes. É importante que você defina muito bem essa área. Deve ser o primeiro passo quando se começa a elaborar um modelo de negócio. Pegue um post it, pegue esse Canvas, cole na parede e, para cada novo segmento de cliente, você vai colocar uma cor diferente. Com isso você vai conseguir identificar propostas de valor específicas para um cliente que é diferente do outro.

Já a oferta de valor é aquilo que vai fazer diferença para a vida do cliente. Pense num colchão. Você pode, a princípio, achar que se trata de funcionalidades, vantagens perante a concorrência etc. Mas isso não é a proposta de valor. Aqui você vai colocar o que o produto proporciona.

Enfim, o Canvas é uma ferramenta poderosa, que lhe oferece muitas possibilidades.

 

Por que criar um Canvas?  

O principal objetivo do Canvas é ajudar com que você tire suas ideias do papel, planejando um negócio de sucesso de forma simples, com a oportunidade de ter diversos insights durante o processo. Os quadrantes a serem preenchidos, dizem respeito a quatro áreas básicas da construção de um negócio: clientes, oferta, infraestrutura e viabilidade financeira. O Canvas é uma ferramenta de gerenciamento estratégico e também pode ser usado em busca de melhores resultados e visão de negócio.

O Canvas permite a visualização do seu negócio tanto por você quanto pela equipe, que aliás, pode fazer parte efetivamente do processo de construção, isso também ajuda a cada um entender o seu papel no negócio.

     

Como criar um Canvas?

A dica é começar preenchendo o canvas a partir do item “Proposta de Valor” e depois “Segmentos de Mercado”, por serem itens mais fáceis de serem respondidos e, além disso, são os mais relevantes para o todo.

A estruturação do seu negócio não precisa ser complexa, tampouco definitiva, já que a principal função do Canvas é permitir que seu modelo esteja em constante mudança, para que a evolução seja contínua.

As informações preenchidas em cada quadro precisam ser diretas e responder às perguntas de maneira muito objetiva. As ideias colocadas em todo o quadro, indicam o panorama geral de uma empresa e qual é o conceito de seu negócio.

 

Como preencher um Canvas?

Para começar a usar um Canvas, não há teorias abstratas ou pouco claras, não requer habilidades avançadas em estratégia de negócios, não há a necessidade de processos custosos ou muito longos. O modelo expõe de forma clara e concreta como contribuir para o crescimento do negócio e esse processo ajuda a entender como outras pessoas percebem seu valor.

É possível imprimir um modelo disponível na internet ou fazer você mesmo as divisões em um papel, utilizar post-its, e se preferir, existem também ferramentas online. A criação fica mais dinâmica e é possível explorar a criatividade das pessoas ao esboçar, discutir ideias e analisar os itens. Ressalta-se que uma das qualidades do Canvas é a agilidade, ele é flexível a alterações, o que pode  significar ganho competitivo.

 

Curso Start ensina como montar o seu modelo de negócios

O meuSucesso.com preparou o curso Start para ajudar todos aqueles que querem tirar a sua ideia do papel. Marcelo Pimenta, professor na ESPM, especializado em Marketing e com mestrado em planejamento estratégico, irá ministrar o curso. O intuito é dar as ferramentas necessárias para aqueles que procuram iniciar um negócio próprio, mas antes necessitam observar diversos detalhes que vão desde o propósito e valor da empresa até como buscar um sócio e fazer as primeiras vendas. Além disso, o conteúdo é importante também para aqueles empreendedores já experientes e consolidados que querem revistar conceitos importantes para toda empresa.

Todo o conteúdo é on-line e você pode consultar e estudar de onde você quiser. Intitulado como Start, é divido em cinco aulas que serão lançadas no decorrer de cinco semanas. O curso se inicia no dia 03/07 e é lançado toda segunda-feira às 20hs, terminando no dia 31/07. Depois de lançadas, os assinantes do meuSucesso.com poderão consultar e assistir as aulas quando quiserem. Para saber mais, acesse nossa matéria que explica tudo sobre o curso.

Experimente por 7 dias grátis

Aprenda sobre vendas no meuSucesso.com. Experimente por 7 dias grátis.

Comentários