Empreendedorismo

Descubra com a história de Sofia Esteves o que fazer para superar as dificuldades

31/03/2015 • por meuSucesso .com

Durante o 5º episódio do Estudo de Caso de Sofia Esteves aprendemos com as dificuldades que a empreendedora teve que enfrentar

Todo empreendedor passa por momentos de dificuldade, dúvida e descrença durante sua trajetória. Quando se está sozinho, enfrentar esse período se torna mais difícil. Pessoas, amigos e uma equipe de confiança ajudam a manter o equilíbrio e a enfrentar os problemas que aparecem.

O episódio 5 de Sofia Esteves, fundadora do Grupo DMRH, traz como principal tema o poder do engajamento em momentos de dificuldade. O potencial de engajar e seguir em frente fez com que a empreendedora conquistasse seguidores. Assim, muitos colaboradores estão junto com ela desde que a Cia de Talentos foi criada e que, hoje, é referência mundial no recrutamento, seleção e desenvolvimento de jovens profissionais, além de arrecadar mais de R$ 30 milhões por ano.

Abaixo, selecionamos algumas passagens e momentos de superação de Sofia Esteves:

Crise com o Plano Collor

Em 1990, o Grupo DMRH enfrentou a primeira crise: o confisco imposto pelo Governo do presidente Fernando Collor. A situação econômica do país ficou um caos e muitas empresas começaram a quebrar porque não tinham dinheiro para pagar as contas e os funcionários. Dos 17 projetos de clientes em andamento para aquele ano, apenas cinco foram entregues. Em um dia, os outros 12 foram cancelados de uma única vez. Sofia Esteves conta que o escritório parou e que foi um dos momentos mais conflitantes e tensos que já presenciou.
No mesmo período, uma outra surpresa veio das consultoras que trabalhavam com ela, porém dessa vez era algo positivo. As funcionárias decidiram abrir mão do salário em prol da empresa, que estava procurando forças para se recuperar do abalo sofrido pela crise. Em poucos meses a situação se normalizou. “Falam que o mundo corporativo não tem emoção e que as pessoas só trabalham pelo dinheiro, isso não é verdade. As pessoas querem trabalhar em um lugar em que elas se sintam queridas e respeitadas”, comenta a empresária.

A gravidez de risco

Em 2001, a felicidade foi imensa quando Sofia Esteves descobriu que estava grávida do segundo filho. Porém, logo no primeiro mês, descobriu-se que a gravidez era de risco e que a empresária estava com um problema conhecido como placenta prévia, que aumenta o risco de hemorragia grave antes ou durante o parto. Um dos médicos recomendou a retirada do bebê para prevenir a saúde e evitar possíveis complicações, como por exemplo até a possibilidade de morte. Sofia Esteves ficou cinco meses de cama por recomendações médicas e seu filho nasceu com quase 7 meses de gravidez. O susto foi grande, porém com o devido cuidado e atenção dos médicos, a criança conseguiu se recuperar.

Durante o período que Sofia ficou internada, sua equipe teve que se virar para seguir com a demanda de trabalhos. Na época, apesar de ser um período difícil para a economia, a empresa teve um bom rendimento, crescendo durante o ano. “Quando voltei a trabalhar, perguntei aos meus funcionários como eles conseguiram cuidar de tudo sem mim. Responderam que toda vez que aparecia um problema, eles refletiam e faziam o que eu faria naquela situação.

Confira na íntegra o episódio 5 do programa Insight com Sofia Esteves: https://meusucesso.com/conhecimento/cursar/sofia-esteves-21/?aula=92

Comentários