Ilustração de empreendedor sobrevivendo aos desafios do negócio próprio.
Empreendedorismo

Guia passo a passo de como montar um negócio e sobreviver ao mercado

14/05/2018 • por meuSucesso .com

Montar um negócio e sobreviver no meio empreendedor definitivamente não é uma tarefa fácil e para qualquer um. Confira nosso guia passo a passo para montar seu negócio.

Montar um negócio e sobreviver no meio empreendedor definitivamente não é uma tarefa fácil e para qualquer um. Exige tempo, recursos, dedicação e muito conhecimento, além de uma série de outros atributos. Segundo o Global Entrepreneurship — principal pesquisa sobre empreendedorismo do mundo — o Brasil atingiu em 2016 a segunda maior Taxa Total de Empreendedores de sua história, com 36% da população adulta envolvida em atividades empreendedoras.

O que isso significa? Que a competitividade está alta e que só os profissionais mais preparados e qualificados devem sobreviver neste cenário pelos próximos anos.

Em geral, a sobrevivência das empresas está associada a diversos fatores como, por exemplo, conjuntura econômica conveniente, políticas públicas favoráveis à atividade empreendedora e características pessoais (experiência anterior, preparo em termos de gestão, conhecimento sobre planejamento de negócios, perfil inovador, nível de escolaridade, motivação etc.).

Para garantir uma maior sobrevivência do seu negócio e bons resultados desde o início, algumas regras e ensinamentos são básicos, mas extremamente necessários, tal como: conhecer muito bem o seu mercado de atuação, estar capacitado e pronto para os desafios que vão surgir, ter um comportamento de empreendedor e, principalmente, saber aproveitar as oportunidades certas para abrir, investir e ampliar o seu negócio.

Questões como essas diferenciam as 60% de empresas que fecham suas portas antes dos 5 anos de existência e as outras 40% que seguem firme e forte, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Quer ter acesso a um conteúdo aprofundado e completo sobre as dicas acima e aprender como sobreviver no mundo do empreendedorismo altamente competitivo?

Conheça o guia 'Manual de Sobrevivência do Empreendedor', um passo a passo elaborado pelo meuSucesso.com. O download é gratuito e pode ser feito através deste link.

 

Como abrir uma empresa

Para tirar um negócio do papel, não basta ter uma ideia genial, muitas questões burocráticas estão envolvidas quando se trata de abrir uma empresa. De acordo com uma pesquisa realizada pela Firjan, o custo médio de abertura de uma empresa é de R$ 2.038, podendo variar em até 274% entre os diferentes municípios do país, mas isso é para abrir a empresa! Os custos indiretos como aluguel, contador e reformas também já começam antes mesmo do empreendedor abrir suas portas. Você pode buscar iniciar sozinho, mas, com a ajuda de um contador, seu caminho pode ser mais fácil. Todo esse trajeto inicial até a abertura da empresa pode levar dois meses, um dos processos mais longos do mundo. Veja os primeiros passos desse processo:

  1. Registre sua empresa - Mesmo após ter em mãos o CNPJ, o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas, e estar inscrito na Previdência Social, há uma série de licenças, registros e alvarás municipais e estaduais que você irá precisar para funcionar legalmente, a falta de documentários obrigatórios pode inviabilizar a abertura legal da empresa;
  2. Busque um contador e faça o contrato social – é no contrato social que fica definido os sócios, a área de atuação da empresa e modelo tributário em que a empresa será enquadrada;
  3. Registre na Junta Comercial – é somente a partir daí que a empresa passará a existir, oficialmente;
  4. Alvará de funcionamento – o alvará é um documento que deve ser expedido pela prefeitura da sua cidade, ele é a autorização final que lhe permite abrir as portas do seu negócio. Para o obter, você precisa comprovar na prefeitura que reúne todas as condições exigidas por lei para exercer a atividade de sua empresa;
  5. Inscrição estadual – verifique se você consegue ela por meio da internet, através da Receita Federal, é obrigatória em alguns tipos de serviços prestados e é a partir da inscrição estadual que a empresa recebe a inscrição no ICMS - Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços;
  6. Licenças e Inscrições - Além das inscrições e licenças municipais e estaduais, algumas atividades exigem a inscrição em órgãos federais, como o ministério do turismo, ministério da agricultura, pecuária e abastecimento, polícia federal, entre outros. Corra atrás!

 

Como sobreviver

Os números de fechamentos prematuros de empresas poderiam ser bem menores se os empresários tomassem certas precauções antes mesmo da inauguração. O que falta muitas vezes aos empresários de primeira viagem é o planejamento – em todos os aspectos da empresa, pois já querem sair colocando a mão na massa. Algumas dicas são de ouro para que a razão possa superar o afobamento que acaba cegando muitos empreendedores que estão em busca do seu sonho. Cautela!

  1. Estude a viabilidade do negócio como um todo
  2. Defina o capital inicial
  3. Conheça profundamente os custos do negócio
  4. Separe finanças pessoas das finanças da empresa
  5. Busque um sistema para auxiliar a sua gestão
  6. Foque no fluxo de caixa

 

Motivos para empreender

Ser dono do próprio nariz é um dos principas motivos que levam as pessoas a querer abrir o próprio negócio, mas muitos se enganam pensando que não ter chefe é mais fácil. Assumir as rédeas de uma empresa e pensar em cada detalhe dela não é tarefa simples, mas sim, muito prazerosa para quem quer fazer e acontecer. Está preparado para encarar uma estrada longa e cheia de obstáculos? Isso é empreender. Quer mais motivos para por o pé na estrada?

  1. Controle o seu próprio destino
  2. Escolha as pessoas com quem vai trabalhar
  3. Faça o que gosta
  4. Consiga mais agilizade para agir sendo quem toma as decisões
  5. Desenvolva relacionamentos
  6. Colabore com a sua comunidade
  7. Orgulhe-se do que criou
  8. Tenha flexibilidade de horário (isso não quer dizer ‘mais’ tempo livre!)
  9. Ganhe mais dinheiro
  10. Deixe sua marca no mundo

 

Como abrir um negócio home office

O Brasil é o país mais empreendedor do mundo, e você pode fazer parte dessa estatística. Nem todo negócio precisa ser com sala comercial alugada, assim, de início! O home office existe e você pode se enquadrar nele. Comece do zero ou empreenda em uma franquia home based! O regime tributário do MEI está aí, disponível para quem quer formalizar um pequeno negócio.

Trabalhando em casa, você economiza em outras contas como aluguel,  alimentação, transporte, funcionário, telefonia e internet. Começar de dentro de casa não significa que você não possa crescer e adotar um novo local de trabalho no futuro. Tudo isso depende, claro, do tipo de negócio que você planeja montar. Se for um serviço que envolva a internet, a estrutura que você precisa pode ser um computador com acesso à WEB, luz, uma mesa e uma cadeira. Mais enxuto que isso não tem e tem tudo pra dar certo. Iniciar negócios com pouco dinheiro não é fácil, mas totalmente possível, se você está disposto a dar um passo de cada vez e trabalhar duro, iniciar em casa é só o start!

Busque alternativas, a internet hoje oferece um vasto conteúdo com inúmeras possibilidades. Escolas online, artigos, pesquisas, guias, palestras, workshops, cursos e muito mais. Basta querer procurar e se empenhar. Invista em conhecimento, aprenda como fazer e tire sua ideia do papel, com ou sem um grande investimento, é possível. Já estudou hoje no MeuSucesso.com? Experimente por 7 dias grátis.

Experimente por 7 dias grátis

Aprenda sobre vendas no meuSucesso.com. Experimente por 7 dias grátis.

Comentários