Gestão

Insight: identificando os gargalos do crescimento da Dr. Resolve

6/05/2015 • por meuSucesso .com

Quando uma empresa cresce de forma descontrolada é preciso identificar os processos que devem ser melhorados e aprimorá-los

Qual foi o seu maior desafio como empreendedor? O quanto você aprendeu com isso? É importante tirarmos lições e aprendizados de situações e momentos desafiantes. Bater a meta, encontrar mão de obra qualificada, melhorar o atendimento, promover melhorias no serviço ou produto. Todos esses exemplos são diversos dos desafios que é preciso enfrentar no momento de empreender.

O empreendedor David Pinto, fundador da rede de franquias de reparos domésticos, Dr. Resolve, viu na maior ameaça ao seu negócio uma grande oportunidade de inovar e criar mais valor ao serviço prestado. Durante o 4º capítulo do programa Insight - que conta em seis episódios semanais a história, desafios, dificuldades e planos futuros de diversos empreendedores – abordou a criação do Instituto da Construção e como ele revolucionou o setor e a falta de mão de obra qualificada para atender a necessidade e demanda de seus clientes.

O que é o Instituto da Construção

Um dos problemas mais comuns para as empresas que atuam no setor de construção é encontrar mão de obra qualificada. Diante do feedback de seus clientes e com o objetivo de melhorar o serviço prestado foi essencial para a Dr. Resolve aprimorar e qualificar seus funcionários, pintores e mestres de obra. Assim, em 2011, foi criado o Instituto da Construção (IC) que oferece cursos práticos para todos os tipos de profissionais do setor (desde azulejistas até eletricistas) que atinge, principalmente, trabalhadores da classe C e D. Atualmente já foram inauguradas 50 escolas que ensinam cerca de 20 mil alunos ao redor do Brasil.

Descrença em relação a criação de escolas especializadas na construção civil

Houve muita incerteza se investir no Instituto da Construção seria uma boa ideia. Muitas pessoas acreditavam que não haveria demanda para este tipo de serviço. No entanto, logo quando foi implementado o primeiro programa percebeu-se o elevado número de pessoas buscando exatamente cursos que eram oferecidos pelo instituto. David Pinto investiu cerca de 5 milhões de reais na metodologia e a primeira escola teve mais de 150 inscritos, quando a previsão era somente de 80.

Diversificação sem perder o foco

Algo que fica claro nas decisões e estratégias de David Pinto é que ele identificou um problema (mão de obra qualificada) e criou uma oportunidade de crescimento e diversificação de seu modelo de negócio (Instituto da Construção). Uma característica essencial do empreendedor é conhecer bem o setor de atuação e a partir disso implementar ou criar processos que aprimoram o serviço prestado. Muitas vezes é esta a inovação que seu negócio precisa para decolar.

Comentários