Empreendedorismo

Vale do Silício abre os olhos para a América Latina

4/10/2016 • por meuSucesso .com

Investidores têm buscado companhias da região para aportar capital e conhecimento

No último dia 28 de setembro, o site TechCrunch publicou uma matéria sobre como a América Latina está se transformando no atual foco de investidores do Vale do Silício. De acordo com a Latin America Venture Capital Association, a Lavca, empresas do Vale estão com cada vez mais interesse nos países da América Latina, planejando investimentos que devem aumentar o fluxo de capital na região, atualmente de US$ 218 milhões (primeiro  semestre de 2016). Apesar de crescente, o número é baixo quando comparado com a China e seus US$ 11,8 bilhões.

Alguns pontos positivos da região foram elencados por investidores do Vale do Silício. Um deles é que a quantidade de usuários de internet deve passar de 300 milhões para 600 milhões em toda a América Latina. A popularização de smartphones Android também foi citada pelas empresas. Além disso, a maior parte da população da AL não faz uso de redes bancárias tradicionais, o que abre espaço para startups fintechs. 

Ao todo, 29% dos investimentos de 2015 foram em Fintechs. No primeiro semestre de 2016 este número passou para 40% dos investimentos. Um bom exemplo disso é a Nubank, que recebeu investimentos da Founders Fund e ampliou sua atuação no Brasil.

Além dela, a Movile e suas subsidiárias iFood e Rappido, bem como a AgTech — que recentemente firmou parcerias com a Monsanto, Qualcomm e BASF — são bons exemplos do aumento de investimentos do Vale do Silício aqui na América Latina.

O crescimento de investimentos de venture capital na AL bateu US$ 594 milhões em 2015, tornando o Brasil líder de investimentos na região. Porém, é o México que lidera em termos de contagem de negócio, com 47 transações.

Conteúdo Administradores.com especial para o meuSucesso.com

Experimente por 7 dias grátis

Aprenda sobre vendas no meuSucesso.com. Experimente por 7 dias grátis.

Comentários