Empreendedorismo

5 cases de sucesso que você precisa estudar

25/08/2017 • por meuSucesso .com

separamos aqui cinco cases que viraram Estudo de Caso no meuSucesso.com

Não existe maneira melhor de aprender do que pelo exemplo, vendo na prática os erros e acertos e quem já foi lá e fez. Essa é a visão do meuSucesso.com e o que a escola realiza através de seus Estudos de Caso.

Pensando nisso, separamos aqui cinco cases que viraram Estudo de Caso da plataforma e vão inspirar você.

Confira:

Flávio Augusto da Silva

Fundador do meuSucesso.com, Flávio foi o primeiro Estudo de Caso da plataforma. Criado na subúrbio do Rio de Janeiro, sentiu na pele as dores reais dos brasileiros mais pobres, que passam o dia entre transportes públicos apertados e empregos dos quais não gostam. Muito jovem, entretanto, ele resolveu que assumiria o controle de sua própria vida. E foi assim que começou a empreender. Sua primeira filha, como ele mesmo chama, foi a Wise Up. De lá até aqui ele investiu em vários negócios e hoje tem em seu portfólio o Orlando City, clube de futebol dos EUA que despontou como um dos mais promissores nos últimos anos.

Carlos Wizard Martins

Fundador do Grupo Multi, responsável pela rede de escolas de idiomas que leva seu nome, Wizard é hoje um dos homens mais ricos do Brasil e reconhecido pela excelência com que conduz seus negócios. Depois de vender o Multi, voltou ao mercado à frente de vários negócios que hoje estão reunidos na Sforza, sua nova holding, que engloba a rede Mundo Verde, de produtos naturais; a marca de cosméticos Aloha; e a rede Ronaldo Academy, em parceria com o ex-jogador Ronaldo Fenômeno.

Elói D'ávila

Aos oito anos, o menino Elói começou a vender pastéis em Porto Alegre e descobriu que tinha alma de vendedor. “Empreender é antes de tudo saber vender. Por isso eu coloco um V no meio da palavra: emprevendedor", costuma dizer. Ao longo da vida, trabalhou com tudo para sobreviver: lavava carro, vendia jornais e pastéis, engraxava sapato. Morou em Porto Alegre, nas ruas; São Paulo, em albergues; e, no Rio de Janeiro, em um sofá de dois lugares na primeira empresa de turismo em que trabalhou. Aos 20 anos, ele se casou e trabalhava em três empregos simultâneos. Quando o primeiro filho nasceu, Elói foi mandado embora. “Neste país, quando você perde o emprego, perde a dignidade”, conta. Até que em 1974, Elói se tornou representante da Panamericana no Brasil. E foi em uma mesa emprestada dentro de um hotel, que nasceu a EDO, a embrião da Flytour, que hoje emprega 5 mil pessoas e fatura 4 bilhões de reais anuais.

Rony Meisler

Rony Meisler é o cara por trás de um dos negócios mais inovadores não só do Brasil, mas do mundo, segundo a revista FastCompany. Co-fundador da grife Reserva, transformou o descompromissado projeto de venda de bermudas de praia com um amigo de infância, Fernando Sigal, em uma das mais prestigiadas marcas e moda. Hoje, além da própria Reserva, fazem parte do grupo a infantil Reserva Mini, a feminina Eva, a consciente Ahlma.cc e o workwear da masculina Oficina. São 65 lojas próprias do Grupo Reserva nas principais capitais do Brasil, 9 franquias, 1400 multimarcas revendedoras e 2 milhões de peças produzidas por ano.

Ozires Silva

Desde menino, em Bauru/SP, no centro-oeste paulista, Ozires Silva tinha um sonho: voar. Tornou-se piloto de avião. Mas ele queria mais. Queria construir suas próprias asas. Foi assim, então, que surgiu um dos maiores orgulhos do Brasil: a Embraer, uma das fabricantes de jatos mais respeitadas do mundo e exemplo de como visão e compromisso podem fazer a diferença e promover grandes transformações mesmo no setor público, geralmente mais engessado. Hoje a Embraer emprega mais de 19 mil pessoas de 20 nacionalidades diferentes e está presente em mais de 60 países e já produziu mais de 5 mil aeronaves em sua história. A Embraer, no entanto, é só parte do legado construído por Ozires nas últimas décadas. Ele deixou sua marca também na Petrobras, que presidiu de 1986 a 1989.

Experimente por 7 dias grátis

Aprenda sobre vendas no meuSucesso.com. Experimente por 7 dias grátis.

Comentários