Empreendedorismo

Varejo no Brasil: o segredo é ser Omnichannel

7/08/2018 • por meuSucesso .com

Mais de 50% das compras nas lojas físicas são influenciadas por informações disponíveis na internet, porém apenas 4% do total das vendas do varejo brasileiro acontece online.

Com o avanço tecnológico, principalmente no que se diz respeito aos smartphones e computadores, o consumidor passou a ter cada vez mais contato com empresas, produtos e opções de mercado, independente da hora ou do local. Com o aumento da interação entre consumidor e marca, foi preciso criar novos canais de comunicação e investir pesado em um atendimento abrangente, ágil, completo e integrado.

O varejo brasileiro não fica fora dessa tendência mundial. Segundo um estudo da BCG consultoria, apenas 4% do total das vendas do varejo brasileiro acontecem de forma online. No entanto, mais de 50% das compras nas lojas físicas são influenciadas por informações disponíveis na internet, o que mostra a importância de se integrar sistemas para oferecer uma experiência mais satisfatória ao cliente.  

É disso que trata o Omnichannel. O imediatismo tornou-se primordial para os clientes que se comunicam muito mais com a empresa pelo meio virtual e, assim, a integração dos sistemas pode permitir a execução de práticas de consumo mais agradáveis.

Se você conhece grandes sites nacionais de varejistas já deve ter reparado que é cada vez mais frequente a opção de comprar um produto online e fazer a retirada do mesmo em um ambiente físico, com menos tempo de espera e mais economia, uma vez que as ofertas digitais quase sempre são mais baratas que as da loja física. Este é um exemplo de como o omnichannel pode transformar a compra e agradar os clientes.

Em uma recente matéria do Google, a gigante digital citou como exemplo a brasileira Magazine Luiza como exemplo de empresa na criação de estratégias de omnichannel.

Segundo o Google, uma das estratégias usadas pela lojista foi aproveitar ao máximo os recursos de geolocalização em suas campanhas usando o set-up completo das ferramentas de localização Google, visando aumentar seu retorno com vendas offline usando campanhas de marketing digital.

Para isso, a empresa adicionou extensões locais para aumentar a cobertura das lojas e passaram a implementaram o rastreamento de visitas às lojas em todas as contas e campanhas, monitorando e analisando o impacto que essas visitas direcionadas por elas causaram no ROAS (Return of Ad Spend). A empresa também passou a fazer uso de Anúncios de Inventário Local, algo até então pioneiro no Brasil. Essa ferramenta permite indicar a disponibilidade de um determinado produto em uma loja física e apresentar essa informação de modo digital. Com isso, a gigante brasileira viu um aumento de 140% da influência do Google nas visitas de loja física de 2016 para 2017, com mais de 4.5 milhões de visitas influenciadas por campanhas digitais veiculadas pela empresa só no último ano.

O exemplo acima demonstra como o Omnichannel pode gerar bons frutos para empresas brasileiras, principalmente no setor varejista. Mais informações sobre tendências de consumo e comportamento do consumidor estão disponíveis em um infográfico elaborado pelo Google.

Experimente por 7 dias grátis

Aprenda sobre vendas no meuSucesso.com. Experimente por 7 dias grátis.

Comentários