Marketing

Estratégia de Mobile para Google: 3 dicas para estar no topo do ranking

9/08/2018 • por meuSucesso .com

Confira as últimas novidades sobre o que o Google está priorizando quando o assunto se trata de estratégia mobile

É de interesse de qualquer empresa ou profissional estar no topo do ranking de pesquisas do Google, o maior serviço de busca da internet. As primeiras posições significam basicamente uma maior quantidade de visualizações e consequentemente de sucesso na venda de produtos e serviços ou na divulgação de informações dos mais variados tipos.

Para melhorar o posicionamento, o Google altera e divulga frequentemente as mudanças que promove em seus algoritmos, responsáveis por definir as posições dos links durante uma busca. Confira abaixo 3 dicas para você melhorar o seu rankeamento no buscador mais utilizado no mundo:

1) Velocidade de carregamento

Uma das principais mudanças do algoritmo se deu em 2010 quando o Google passou a considerar a velocidade de carregamento dos sites na hora de estabelecer o ranking orgânico para desktop.

No entanto, o mobile já ultrapassou desktop e é quem tem a maior oportunidade de crescimento entre todos os meios. Com isso, em julho de 2018 a empresa passou a adotar a mesma estratégia para dispositivos mobile (smartphones, tablets).

De acordo com o Google, a média de carregamento dos sites mobile no Brasil é de 15.8 segundos. Além disso, 1 segundo de atraso em sites mobiles podem impactar as conversões em até 20%.

Experimente por 7 dias grátis

2. Trabalhe com as AMP

AMP é a sigla de Accelerated Mobile Pages. Trata-se de uma tecnologia que acelera o carregamento de páginas na internet. As AMP disponibilizam novas funcionalidades para sites e para produtos como o Google Shopping como, por exemplo, o AMP Stories, um formato imersivo e visual para storytelling.

3. Utilize ferramentas

Não é de hoje que o Google está investindo pesado em ferramentas focadas no aprimoramento do desempenho digital de seus produtos. A própria empresa orienta o uso de instrumentos para melhorar o carregamento e visualização de sites de terceiros.

Entre outras coisas, o Google indica que profissionais comparem a velocidade de seus sites mobile com a velocidade de seus concorrentes por meio da ferramenta Speed Scorecard, que fornece informações com base nos dados de usuários do Chrome (CrUX). 

Além disso, a empresa orienta o uso da Calculadora de Impacto para estimar o potencial impacto de melhorias na velocidade do seu site mobile na sua receita. O impacto pode ser ampliado com o uso de dados de referência do Google Analytics, outra ferramenta da gigante norte-americana.

Por fim, você pode utilizar ainda o PageSpeed Insights para obter dicas de otimização em seu endereço virtual e assim corrigir os problemas afetados, oferecendo ao seu cliente a máxima qualidade de navegação em seu dispositivo, independente de qual seja. Portanto, com essas dicas você já pode começar a pensar mais em como montar uma estratégia para mobile.

Aprenda sobre vendas no meuSucesso.com. Experimente por 7 dias grátis.

Comentários