Na imagem, ilustração que representa uma pequena e média empresa (PME).

Minas Gerais tem 2 milhões de pequenos negócios, maior parte no comércio e serviços

3/10/2018 • por meuSucesso .com

No estado de Minas Gerais, estão registrados atualmente cerca de 2 milhões de pequenos negócios, sendo 700 mil microempresas e 42 mil pequenas empresas.

De acordo com dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, os empreendimentos individuais, as MPEs (micro e pequenas empresas) e os produtores rurais respondem por aproximadamente 90% do número de empresas formais no Brasil. O número é alto e considerado por muitos economistas como o combustível econômico do país, representando entre 25% e 30% do Produto Interno Bruto (PIB).

No estado de Minas Gerais, estão registrados atualmente cerca de 2 milhões de pequenos negócios, sendo 700 mil microempresas e 42 mil pequenas empresas.

Segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), as Micro e Pequenas Empresas de Minas realizaram cerca de 87 mil contratações em 2017.

Além disso, as MPEs foram responsáveis pelo primeiro emprego de 61% das 143 mil pessoas que assinaram a carteira de trabalho em 2017 no estado de Minas Gerais. Ao todo foram 87.168 trabalhadores contratados, o que demonstra a força da categoria não só na economia, mas também no setor social de capacitação e primeiro emprego.

Nacionalmente as MPEs também representam muito para quem está em busca do primeiro trabalho com carteira assinada. Em 2017, das 755,5 mil pessoas foram contratadas pelas MPE, cerca de 69,5% eram jovens com até 24 anos.

O modelo de negócio adotado pelas MPEs e a menor quantidade de impostos pagos pelas empresas do tipo são alguns dos fatores que nos ajudam a entender como a categoria está em crescimento no país e, apesar da crise na economia, apresentam índices satisfatórios.

As micro e pequenas empresas atendem a diversos setores, gerando assim uma atividade econômica mais resiliente à crise, principalmente quando atuantes em ramos do comércio e serviço, onde a mão de obra se apresenta com maior intensidade do que capital.

No comércio e serviço, as Microempresas têm, em média, até 10 empregados. Já as pequenas contabilizam entre 10 e 19 empregados. Já na indústria, as microempresas têm até 50 empregados, enquanto as pequenas empresas registram até 99 empregados. Ao todo, cerca de 87 mil  foram contratadas pelas MPEs em Minas Gerais no ano de 2017. Além disso, foram 31.100 empregos a mais que as médias e grandes empresas. Caso o faturamento seja maior que R$ 3,6 milhões ao ano, o negócio deve se regularizar como média empresa e não mais como pequena.

Comentários