Varejo: veja como preparar sua empresa para o Natal e a Black Friday

1/11/2018 • por meuSucesso .com

Segundo um estudo do BlackFriday.com.br, realizado com mais de 1.900 pessoas durante o mês de outubro, 52,5% das pessoas compram por meio de e-commerces

De acordo com dados do E-bit, a quantidade de vendas durante a Black Friday deve crescer cerca de 15% em 2018. Marcada para o dia 23 de novembro, a data já é a segunda mais importante do mercado brasileiro, perdendo espaço apenas para o Natal. Além disso, a estimativa é de que 80% dos consumidores das edições passadas realizem novas compras na data.

Segundo um estudo do BlackFriday.com.br, realizado com mais de 1.900 pessoas durante o mês de outubro, 52,5% das pessoas compram exclusivamente por meio de e-commerces, enquanto 10,7% seguem preferindo apenas as lojas físicas e 36,7% compram onde encontrarem uma boa oportunidade, sem se importar se a loja é física ou virtual.

Confira abaixo algumas dicas sobre como preparar sua empresa para a Black Friday e o Natal:

Planejamento é fundamental

Planeje a Black Friday com antecedência. Descontos irresistíveis podem ajudar, mas não garantem uma Black Friday lucrativa. Conheçam boas estratégias comerciais e promocionais, definindo, por exemplo, que produtos irão receber incentivos, como serão segmentados nos sites e qual é o ROI pretendido. Para isso, as empresas devem começar a planejar a Black Friday com, pelo menos, um mês de antecedência.

Pesquise os concorrentes

Um desconto de 10% não é nada se comparado ao desconto de 30% que o concorrente dá. Neste caso, os planos terão que ser revistos e tempo é necessário para isso. Por isso, observar a concorrência, suas ações e descontos pode ser um dos itens mais importantes do plano de marketing para a data.

Marketing

Não basta apenas esperar chegar o dia e abrir a loja. As empresas devem comunicar ao cliente que a data está chegando e que fará parte promoções com seus produtos. Essa comunicação pode ser feita de várias formas, como mensagens de texto, email e redes sociais. A divulgação desse conteúdo pode ser iniciada com teasers divulgados aos poucos e, por fim, revelar o desdobramento final do enredo alguns dias antes da data.

Mobile é a chave

As compras realizadas pelo celular crescem a cada ano. Entre 2016 e 2017, o aumento foi de 81,8%. Ao todo, cerca de 30% dos pedidos eletrônicos foram feitos em dispositivos móveis.

Isso demonstra a força e a importância do mobile para a Black Friday e o Natal. Portanto, é fundamental investir no lançamento de uma versão do site da empresa para smartphones. Este endereço deve ter um bom desenvolvimento em user experience/user interface, permitindo ao consumidor mais responsividade e praticidade. Outra boa opção na área é a segmentação de audiências por geolocalização. Isso permite identificar hábitos e comportamentos do usuário, incluindo até mesmo informações sobre o modelo e o sistema operacional do dispositivo, algo fundamental para definir estratégias de marketings mais apropriados e convincentes.

Outras dicas

É importante que você não queime a largada e libere as promoções de forma muito antecipada, visando sair à frente da concorrência. Isso pode gerar um efeito rebote, onde os consumidores aguardam a divulgação dos preços em outros estabelecimentos, que geralmente oferecem opções na hora certa. Além disso, faça uma varredura no seu site e busque saber se todas as páginas estão funcionando corretamente. Links corrompidos ou quebrados podem causar muita frustração ao cliente e, consequentemente, a perda de vendas.

Por fim, observe o seu estoque. Isso é essencial para quem você não faça a venda de produtos que não estejam disponíveis, seja de forma online ou presencial — quando há propagandas externas de produtos e, na prática, não há mais a presença do objeto para negociação. Ficar de olho no prazo de entrega dos seus produtos também é essencial para bons resultados em ambas das datas. Afinal, uma das maiores frustrações dos clientes de e-commerces é a má qualidade da logística que envolve o produto. Por isso, escolher uma boa empresa de entrega faz parte da venda, principalmente se o produto for comprado em meados de dezembro,  época de troca de presentes graças ao Natal.

São detalhes como estes que fazem com que a Black Friday e o Natal sejam eventos grandiosos para o comércio e, por isso, devem planejados com antecedência.

Experimente por 7 dias grátis

Aprenda sobre vendas no meuSucesso.com. Experimente por 7 dias grátis.

Comentários