Empreendedorismo

4 lições que todo empreendedor deveria aprender com os esportistas

4/09/2015 • por meuSucesso .com

Tenha sempre metas e objetivos claros e muito bem definidos

Costumamos admirar atletas das mais variadas áreas, geralmente, pelos resultados que eles apresentam. Mas podemos tê-los como inspiração também pelo que fazem para conseguir suas vitórias. Por trás da imagem de celebridade dos grandes campeões, há um conjunto de esforços que são cruciais para o sucesso dos esportistas. E isso pode ajudar você, empreendedor, a traçar melhores estratégias de negócios.

Em um artigo publicado no Administradores.com, o administrador e educador físico Renato Santiago cita alguns fatores do mundo dos esportistas nos quais os empreendedores podem se inspirar. Confira abaixo:

Objetivos

Tenha sempre metas e objetivos claros e muito bem definidos. "Lembra quando você conversava com seus amigos sobre uma tática ou jogada para ganhar do outro time da rua? Empreendedores sempre têm algum plano e alguma estratégia, seja em mente ou no papel (que é melhor, né?). Dificilmente entram no 'jogo' para improvisar", afirma Renato. Se você não está fazendo isso, é bom começar a fazer.

Maturidade

Perder não é fácil, mas é necessário lidar com isso, porque talvez não dê para ganhar sempre. E nada melhor que o esporte para nos ensinar a saber perder e o que fazer com a derrota. Perder e - principalmente se recompor - faz com que você adquira resiliência, força e principalmente humildade, três questões necessárias para o mundo dos negócios.

"Lembra aquele jogo que seu time perdeu por sua culpa ou quando sua equipe foi 'humilhada' pelo time adversário? Mesmo assim, lá estava você, no outro dia treinando e jogando. Empreender, bem como praticar esportes, ensina que se pode perder um dia, mas é preciso ter coragem de levantar a cabeça e continuar. Como dizem: nem todos os dias serão de sol", diz Renato.

Liderança

Saber liderar é essencial para administrar qualquer negócio. No esporte, a atividade é exercida no planejamento do trabalho em equipe, no apoio e comando técnico. Mas não é só isso. Vai bem além.

"Liderar nem sempre é ser técnico e passar a melhor tática para equipe. Liderar é mostrar ânimo, fazer o time acreditar, envolver todos na vontade de jogar. E quando aparecer uma tarefa chata - ter que ser goleiro ou jogar na zaga, por exemplo - levantar a mão e assumir aquilo com vontade, mesmo odiando aquela determinada atividade", diz Santiago.

Responsabilidade

Viver sob situações de risco é algo bem comum no mundo dos negócios. O mesmo acontece no esporte. Afinal de contas, você aguentaria a responsabilidade de cobrar um pênalti decisivo na final de uma Copa do Mundo de futebol?

"Situações de risco - onde perder ou ganhar pode estar em suas mãos, são comuns no esporte. Assumir o risco e tocar de lado pode fazer a diferença no esporte ou no empreendedorismo", diz Renato.

Portanto, "jogue o jogo, porque é isso que sabemos e adoramos fazer!", finaliza.

Conteúdo Administradores.com especial para o meuSucesso.com.

Comentários