Natal: como preparar minha empresa para vender mais no Varejo

12/12/2018 • por meuSucesso .com

Pesquisas apontam crescimento de 2,3% em relação a 2017, segundo a Confederação Nacional do Comércio, em relação ao comércio varejista

Chegamos ao período mais aguardado do ano para o varejo: o Natal. Nesta data o comércio varejista atinge patamares de vendas extremamente altos e, para este ano, pesquisas apontam crescimento de 2,3% em relação a 2017, segundo a Confederação Nacional do Comércio.

Portanto, empresários devem ficar atento aos erros cometidos em outras datas, evitando assim prejuízo e fidelizando cliente com mais qualidade e eficiência.

Abaixo você confere algumas dicas para vender mais no varejo durante o Natal:

Reforce sua equipe

Aumentar a quantidade de membros da sua equipe é essencial não só por causa do aumento nas vendas, mas também das interações. De nada adianta preparar campanhas de engajamento para aquecer as redes sociais e esquecer da equipe de atendimento, por exemplo. O ideal neste caso calcular bem o impacto de suas campanhas e do crescimento das vendas, reforçando o seu time qualitativa e quantitativamente.

Capriche no atendimento

A maioria dos clientes buscam uma experiência de compra única durante esta época.

Portanto, use a criatividade e as habilidades dos colaboradores para construir um time receptivo, bem-humorado e interessado na vida e nos problemas dos clientes. Simpatia, praticidade, rapidez e atenção são os itens mais bem avaliados pelos consumidores em lojas físicas. Assim, não adianta apenas querer vender: o atendimento deve ser de 5 estrelas e uma equipe bem treinada e motivada já sai na frente e estabelece uma vantagem competitiva.

Experimente por 7 dias grátis

Use a emoção nas campanhas

É no Natal que comumente vemos as campanhas mais bem boladas no campo emocional. É época de retrospectiva, união, paz e presença da família e amigos. Então, explore este sentimento dos seus consumidores e conquiste a atenção deles.

Atraia o consumidor

Estamos no Natal, época de luz, brilho, enfeites e muita decoração. Portanto, crie um ambiente apropriado e de destaque para sua loja. Se possível,  sempre que possível certifique-se que o ambiente está limpo, arrumado, bem iluminado e repleto de itens que atinjam o lado sentimental do cliente e desperte a sua curiosidade. Alguns estudos apontam que o principal estímulo humano é a visão (53%). Portanto, capriche na vitrine e na exposição dos produtos.

Mapeie as intenções de compra

Se possível, estude o impacto das suas campanhas e trace um mapa de previsão das interações, definindo "times especializados" para atuar nessas frentes principais. Além disso, é interessante fazer uso de ferramentas de monitoramento para criar “tags”.

Essas plataformas marcarão as menções feitas dentro de um contexto específico ou usando uma determinada palavra-chave, possibilitando a criação de gráficos precisos do que o cliente está procurando ou até das reclamações mais frequentes.

O pós-venda também é importante

A ação não acaba com a venda do produto. O pós-venda é tão importante quanto as campanhas e o atendimento antes do negócio fechado. É no pós-venda que a empresa pode impressionar o cliente e conquistar o seu respeito. Portanto, tenha pronto um plano de backoffice para atender a todos os contatos feitos após a venda do produto e mantenha uma equipe concentrada no pós.

Aprenda sobre vendas no meuSucesso.com. Experimente por 7 dias grátis.

Comentários