Segundo dados da pesquisa Empreendedorismo no Brasil 2019, realizada pela Global Entrepreneurship Monitor, a taxa de empreendedores iniciais foi de 23,3%, 6,4 pontos a mais que no ano anterior. O Brasil, portanto, é palco aberto para novos negócios e, por isso, é preciso saber como empreender do zero.


Muitas pessoas têm vontade de empreender e colocar sua marca no mercado, seja por necessidade, oportunidade ou sonho. Para começar um negócio do zero é preciso tomar certas atitudes e iniciativas concretas para tirar a ideia do papel. 

Fazer um empreendimento na prática demanda planejamentos estratégicos, pesquisa de mercado, controle de custos, pessoas capacitadas, recursos financeiros e a lista continua. Porém, o cenário brasileiro mostra que a maioria dos empreendedores se deparam com grande escassez de verba. Então, o que fazer nesses casos? 

Nesse momento, é preciso que você trabalhe com o que tem em mãos utilizando a seu favor habilidades de criatividade, improviso e resiliência para resolução de problemas. Com isso, e observando os comportamentos que vamos discorrer a seguir, você tem tudo para criar um negócio do zero e realizar sua vontade. 

Engrenagens e empresários trabalhando Vetor grátis

Faça a diferença na vida das pessoas

Independente do seu nicho de atuação, você nunca irá vender apenas um produto ou serviço: irá vender uma experiência. Pensando nisso, é preciso pensar em como sua mercadoria pode fazer a diferença na vida das pessoas. Você quer vender conforto, beleza, comodidade ou pertencimento de grupo? As possibilidades são várias e, por isso, uma recomendação é primeiro pensar no que está atrás do produto para depois pensar no produto em si. Uma loja de brinquedos, por exemplo, vende diversão e alegria para as crianças. 

Tenha um planejamento estratégico

Planejamento é essencial para negócios de todos os tamanhos. É um conjunto de processos e metodologias que auxiliam na definição de metas, a movimentação de recursos, a tomada de decisões, dentre outras ações que focam no sucesso da empresa. Para isso, é essencial estabelecer missão, visão, valores, objetivos, metas, planos de ação e métricas. Você pode seguir esse guia essencial para construir o planejamento estratégico. 

Grupo de executivos vestidos ocasionalmente que discutem ideias no escritório. Foto gratuita

Entenda a necessidade do consumidor

Existem casos de empresas que não dão certo simplesmente porque o mercado não estava precisando daquela solução no momento. Por isso, entender quais são as dores das pessoas e pensar como você pode solucioná-las é a chave. Durante esse processo de pesquisa, faça análises de mercado. Já existem produtos ou serviços que têm uma proposta para resolver o problema do consumidor? Se sim, como posso aperfeiçoar e me diferenciar da concorrência? Se não, você pode esboçar suas ideias, explorar com possíveis clientes o que eles acham da sua solução e realizar testes para evitar futuras frustrações. 

Seja criativo ao divulgar seu negócio

Criar um negócio do zero com baixa verba requer que você dê os primeiros passos sozinho ou com a ajuda de poucas pessoas que te apoiam. Nessa hora, a criatividade é uma oportunidade para destacar sua marca e gerar engajamento das pessoas. Uma dica é ficar atento às novas tendências que surgem nas redes sociais e que, utilizadas de maneira correta, podem fazer seu negócio decolar. 

heinz posters oscar5

Se baseie em referências

Ter uma pessoa ou uma característica como inspiração ou ponto de referência é importante nesse momento. É mais fácil se guiar e escolher uma direção a seguir com um modelo. Você pode tanto escolher seguir uma pessoa ou apenas um traço dela, por exemplo uma estratégia utilizada para alavancar os negócios

Caso de sucesso Adriana Barbosa

E por falar em se embasar numa pessoa, Adriana Barbosa é um exemplo de empreendedora que começou com pouco dinheiro e mesmo assim colocou seu negócio em pé. Em 2012, criou a Feira Preta, um dos maiores eventos de cultura preta na América Latina. Nesses 18 anos, o projeto já percorreu cidades de oito estados, impactou mais de 170 mil pessoas e movimentou em torno de R$ 5,5 milhões como resultado da venda de produtos e serviços pelos mais de 700 expositores que divulgaram suas mercadorias na Feira Preta.

E o sucesso não para por aí. Em 2017, Adriana foi eleita uma das 51 pessoas pretas mais influentes do mundo pela Mipad (Most Influential People of African Descendent), premiação reconhecida pela ONU. Além de receber outros prêmios como o troféu Grão do Prêmio Empreendedor Social promovido pela Folha de São Paulo em 2019.

A união de todos os dados e conhecimento empírico sobre o empreendedorismo e consumo preto no Brasil resultou na inauguração, no ano de 2019, da PretaHub, uma aceleradora voltada para o empreendedorismo preto. 

O sonho de criar um negócio do zero com baixa verba é possível, sim. E sabe o que é melhor? No novo Estudo de Caso, “Na cara e na coragem”, você pode aprender com a própria Adriana Barbosa sobre soluções iniciais de negócios com poucos recursos, estratégias de monetização e oportunidades para potencializar o seu negócio. E mais, na plataforma do meuSucesso você encontra um acervo gigantesco de conteúdo e informação. Aproveite essa oportunidade para ampliar seus conhecimentos e decolar nos seus negócios.