Brasil ganha mais startups e número não para de crescer

23/06/2019 • por meuSucesso .com

Em 2012 haviam 2.519 startups cadastradas na Associação Brasileira de Startups, em 2017, o número saltou para 5.147 e agora, em 2019, esse número já chega a 12.823.

O termo startup surgiu nos anos 90 nos Estados Unidos, e hoje já está consolidado no Brasil. Com o aumento do interesse das pessoas em investirem em suas ideias e negócios, associado também à crise brasileira e ao alto desemprego nos últimos anos, foi natural o impulsionamento das startups.

 

O que é uma startup?

O conceito de startup é de uma empresa em fase inicial que possui uma proposta de negócio inovadora e com um grande potencial de crescimento. As startups podem atuar em qualquer área ou tipo de mercado e, normalmente, utilizam a tecnologia nas suas operações.

Vale lembrar que nem toda nova empresa é uma startup e que nem toda startup será assim para sempre. Uma startup precisa ter uma proposta que ainda não foi testada no mercado e, mais do que isso, uma empresa inovadora que já consolidou seu modelo de negócios não pode mais ser chamada de startup. São características de startup: inovação, flexibilidade, escalabilidade.

 

Crescimento no Brasil

Hoje em dia, dar o pontapé inicial em uma startup é o sonho de muitas pessoas que empreendem, inspiradas, principalmente, pela história de empresas que começaram do zero e se transformaram em gigantes que valem bilhões de dólares, aliás, em 2018, o Brasil teve algumas startups nacionais que entraram para o clube de jovens empresas digitais, que atingira, o valor de mercado de 1 bilhão de dólares e se tornaram os chamados unicórnios, como Ifood, 99, PagSeguro, Nubank, Stone e Movile.

O Brasil vem crescendo no setor, e, nos últimos seis anos, a quantidade de startups, se maximizou. Em 2012 haviam 2.519 startups cadastradas na Associação Brasileira de Startups (ABStartups),  em 2017, o número saltou para 5.147 e agora, em 2019, de acordo com a StartupBase, esse número já chega a 12.823.

Outro dado que vem de encontro com o crescimento desse setor é o record em captação de verba em crowfunding – financiamento coletivo, que surgiu como o modelo de economia colaborativa mais fácil e viável para qualquer pessoa que quer arrecadar fundos por diversos motivos, inclusive, abrir uma empresa.

A fintech Mutual, que possibilita empréstimo entre pessoas comuns, captou 4 milhões de reais por meio da modalidade de equity crowdfunding, a captação foi a maior da história neste formato no Brasil e o valor foi levantado em apenas nove dias.

 A relevância crescente das startups no Brasil pode ser melhor entendida em séries do meusucesso.com como Trends, sobre tendências de empresas de rápido crescimento, pivotagem e rápida aprendizagem e, além disso e também na Starving, que está relacionada à busca de investimentos para startups por meio de pitches. O conteúdo relacionado com este tema, é extenso! A aula de "como fazer projetos sem grana" do Thiago Paiva que aborda a ideia de crowdfunding, dentre outras formas do empreendedor buscar financiamento do seu negócio!

Experimente por 7 dias grátis

Ficou interessado no assunto, acesse grátis por 7 dias ou faça já a sua assinatura e inicie agora mesmo os seus estudos.

 

 

 

 

 

Comentários