Empreendedorismo

Quando empreendedor e marca se confundem, o que fazer?

22/10/2015 • por meuSucesso .com

Preparamos um conteúdo especial com dicas e cuidados que o empreendedor deve tomar ao relacionar sua identidade à marca

Hoje, o mercado brasileiro vive um novo momento, de modernização da economia e do empreendedorismo. Muitos aspectos do "como fazer" têm se transformado. Mas a personalidade dos empreendedores é tão ou mais forte agora quanto antes. Muitas startups nascem fortemente associadas aos nomes de seus fundadores e isso é importante porque, nessa fase dos negócios, as decisões de investidores, por exemplo, são conduzidas muito mais pelas credenciais de quem empreende do que pelas intenções do projeto.

Quando falamos sobre a noite paulistana, o empreendedor Facundo Guerra, fundador do Grupo Vegas, é referência. Com mais de 10 empreendimentos entre bares e boates, Facundo Guerra é um dos empreendedores mais bem-sucedidos e criativos. Idealizou o Mirante 9 de Julho, símbolo da cidade, e é o criador de pontos conhecidos entre os paulistanos, tais como o Riviera e o Yatch. Intitulado pelo The New York Times como o rei da Augusta, boêmia rua de São Paulo, o empresário teve que se acostumar com o assédio da imprensa e aprendeu a lidar com as mais variadas nomeações que recebeu dos jornais brasileiros. "O novo reizinho da noite", "dono da noite paulistana" e "rei da Augusta" são apenas alguns dos apelidos que recebeu de veículos grandes, como Veja São Paulo e a Revista Trip. Hoje, o empreendedor consegue lidar melhor com o assédio midiático, porém nem sempre foi assim. No episódio 5, do Estudo de Caso de Facundo Guerra, abordamos as atitudes que o empresário adotou para lidar com a situação.

Associar sua imagem, enquanto empreendedor, ao seu negócio não é ruim. Principalmente quando ele está dando os primeiros passos. Nossa equipe separou alguns aspectos que devem ser observados com atenção:

Sua vida privada e sua persona pública

Associar sua imagem pessoal à do seu negócio é uma coisa. Confundir sua vida privada com sua vida pública é outra. Muitas empresas têm seus donos como principais garotos propaganda. Mas é preciso compreender que as atividades de uma área não podem interferir nas da outra.

O que você faz afeta seu negócio

Quando sua imagem pessoal está muito atrelada à do seu negócio, é fundamental que você redobre a atenção às suas atitudes. Qualquer deslize não vai afetar só você, mas certamente respingará na sua empresa. Por isso, mesmo entendendo que vida privada e pública não devem se misturar, os clientes dificilmente vão dissociar atitudes do âmbito pessoal e considerá-las irrelevantes para o aspecto empresarial.

Deixe sua empresa ter vida própria

Outro aspecto importante para os empresários que vinculam sua imagem à da empresa é a importância de permitir que a companhia ganhe vida própria, independente de seu criador. Por mais que ele tenha uma relevância para a marca, ela precisa se consolidar na mente do público com atributos próprios.

Conteúdo Administradores.com especial para o meuSucesso.com.

Comentários

Leia também