Fique Por Dentro

Que tipo de empresa você quer ter?

21/11/2014 • por Pedro Waengertner

É preciso analisar o objetivo da empresa para entender onde ela se enquadra

Fiquei muito feliz em ser convidado pela Equipe do meuSucesso para se juntar à equipe de colunistas. Espero trazer conteúdos relevantes para vocês! Como primeiro passo, gostaria de falar sobre qual o tipo de empresa que você quer ter.

Hoje, existe uma imagem na cabeça dos empreendedores a respeito do tipo de empresa que eles querem construir. Vários miram nos exemplos mais comuns, como Facebook, Apple e tantos outros ícones que nos inspiram a empreender e criar empresas inovadoras. Eu também adoro estes exemplos. Mas acredito que este não deve ser meu único norte ao montar a minha empresa.

Existem milhares de possibilidades hoje, no Brasil, para bons empreendedores. São problemas e oportunidades em praticamente qualquer lugar. É o que eu costumo chamar de parque de diversões para quem quer montar uma empresa. Vários destes empreendedores me procuram com frequência e a grande maioria quer que eu os ajude a encontrar um investidor. E é quando eu converso sobre o tipo de empresa que este empreendedor quer ter.

É claro que os tipos de empresas são infinitos, mas gostaria de me concentrar em duas categorias de empreendimentos, que podem nortear as decisões dos empreendedores:

Empresas feitas para crescer e se tornarem grandes players no mercado
Estas empresas são aquelas que atuam em mercados enormes e buscam soluções para problemas muito relevantes, seja vendendo para pessoas físicas (B2C) ou pessoas jurídicas (B2B). Estas empresas precisam crescer rápido e o combustível para esta velocidade geralmente é a captação de investimento, embora isso não seja uma regra.
São empresas que buscam ganhar uma boa fatia do mercado e, não raramente, pensam em internacionalizar seus negócios. É um modelo difícil de criar e requer um tipo de empreendedor muito particular. É preciso ser um mestre do crescimento e garantir que todo o resto da estrutura acompanhe.
Mesmo que sua ideia seja de uma empresa feita para se tornar um grande player, ainda assim é preciso que você sozinho ande vários passos antes de procurar um investidor. Lembrando que uma ideia não vale muito se não tiver uma boa execução por trás.Ao invés de dizer: “olha a minha ideia, veja o potencial”, é muito melhor dizer: “esta é a minha ideia e veja o que eu já consegui realizar com ela, com as minhas próprias pernas”.
Se você fosse um investidor, onde colocaria dinheiro? É fundamental você ir sozinho o mais longe possível antes de sair buscando um aporte. Aqui na Aceleratech, por exemplo, buscamos exclusivamente este tipo de empresa, pois o nosso retorno vem de um evento de liquidez (venda da empresa, por exemplo) e a empresa precisa trazer retornos muito grandes no final do período de 5 a 8 anos.
 
Empresas que viabilizam seu estilo de vida
Este é um tipo de empresa não muito discutida hoje em dia, pois o grande objetivo não é ser vendida ou se tornar gigantesca, mas financiar o estilo de vida dos empreendedores, que é a maioria absoluta das empresas no mundo.
Esta empresa proporciona um excelente estilo de vida aos seus sócios, gera empregos e, muitas vezes, dura por muitos anos. Só que a maneira de organizar uma empresa de estilo de vida é completamente diferente da empresa que tem o objetivo de se tornar um grande player. Neste caso, o tamanho do mercado não precisa ser tão grande e o foco não é no crescimento, mas em criar um negócio que rapidamente se autofinancie. Não é o tipo de empresa para buscar um investidor, mas para entender profundamente seus clientes e definir como vai competir em um mercado, muitas vezes, agressivo.
 
Não existe um certo ou errado quando pensamos no tipo de empresa que queremos. O mercado precisa dos dois modelos para sobreviver e é possível obter um excelente retorno pessoal com os dois. O mais importante é definir logo no início qual o tipo que você vai perseguir e entender que os caminhos para chegar em cada um são bem diferentes!

Comentários

Quem escreve

Pedro Waengertner

Fundador em Aceleratech, sao paulo

Fundador da Aceleratech, com forte experiência em vendas e marketing, já atuou em diversos projetos de grande porte no Brasil e Exterior. Professor e palestrante com mais de 10 anos de experiência nos temas Marketing e Comunicação Digital, e-Business, e-Commerce e empreendedorismo 2.0.

POR Pedro Waengertner

Como conseguir os primeiros clientes

13 7