Logistica

Conheça os tipos de estoque de uma empresa e saiba se você usa o modelo correto

9/06/2014 • por meuSucesso .com

Entender bem esse assunto é fundamental para o empreendedor que trabalha com produtos.

Para falar sobre quais são os tipos de estoque de uma empresa e qual deles seria o mais adequado para cada situação empresarial, é preciso aludir a um conceito que enquadra justamente a escolha do melhor modelo e a forma de organizá-lo: gestão e controle de estoques. O termo "gestão", nesse sentido, não é tão tradicional, mas a ideia por trás dele está presente nos negócios há muito tempo. 

O bom controle de estoque se relaciona diretamente com o sucesso de um negócio, especialmente quando se trata de comércio ou do setor industrial, por exemplo. Grande excedente de produtos representa capital empatado e custos logísticos e operacionais desnecessários, enquanto quantidade insuficiente de estoques pode gerar diminuição dos lucros e aumento dos preços, por causa da falta de produtos ou matéria-prima. 

Assim, a gestão de estoque e de materiais deve ser uma prioridade, especialmente, como já citado, para o setor comercial, fábricas e empresas que no geral lidam com grande fluxo de produtos. As vantagens de manter um estoque variam de acordo com seus propósitos, mas a diminuição de custos ou aumento dos lucros são motivações comuns para o armazenamento de um ou outro tipo de produto. 

Quer seja para pagar mais barato por uma mercadoria ao comprá-la em grandes quantidades, ou para fazer melhor aproveitamento dos veículos de transporte (encher um caminhão em vez de utilizar metade de sua capacidade, por exemplo), a existência do estoque pode ser justificada também pela preocupação em ter "à mão" o produto a ser consumido, como prevenção para qualquer problema em conseguir mercadorias novamente ou com relação a incertezas na demanda ou tempo de entrega (lead time). Em resumo, a boa gestão do estoque resulta na redução de custos com transporte e produção, na coordenação eficaz entre oferta e demanda e, consequentemente, na satisfação do cliente.

Nesse sentido, optar por um modelo ou tipo de estoque está diretamente relacionado aos propósitos do estoque da empresa e ao modelo de gestão usado quanto ao armazenamento. Conhecer os tipos de estoque na questão logística e o que cada um deles representa dentro do esquema de controle de estoque da organização fará toda a diferença no que diz respeito a perder produtos ou sustentar e expandir ganhos. Veja quais são alguns desses tipos de estoque e para que propósito são usados:

- Estoque de contingência - Quantidade armazenada como precaução para possíveis falhas no sistema de controle.

- Estoque de segurança - Unidades estocadas a mais para qualquer eventualidade, como demanda maior do que o esperado ou oferta menor do que o esperado, falhas no controle de estoque, maior tempo para chegada de novos lotes de mercadoria, entre outras.

- Estoque de antecipação  ou sazonal - Formado para nivelar quaisquer flutuações da demanda, entrega ou produção de um item, quando elas aconteçam. Pode-se, então, antecipar a obtenção de mercadorias para estes períodos de demanda irregular, por assim dizer.

- Estoque de ciclo - Está relacionado ao ciclo econômico de produção da empresa. Tem o objetivo de reduzir os custos unitários dos produtos, isto é, conhecendo em que parte do ciclo se usa este ou aquele material, pode-se planejar as compras em acordo.

- Estoque em trânsito - São as unidades que estão em trânsito até um ponto de estocagem ou de produção.

- Estoque máximo - Quantidade predeterminada para o impedimento de novas compras, quer por motivos de espaço ou razões financeiras.

Experimente por 7 dias grátis

Aprenda sobre vendas no meuSucesso.com. Experimente por 7 dias grátis.

Comentários