Operações

Como posicionar e definir o tom de voz da sua marca

19/09/2018 • por meuSucesso .com

Para criar um posicionamento eficaz e definir o tom de voz da sua marca é preciso, entre outras coisas, definir a sua persona. É preciso conhecer quem é seu público e saber com quem se está falando.

Definir o tom de voz de um negócio é tão importante quanto definir um plano de marketing. Afinal, através do posicionamento da empresa para com o seu público é possível definir estratégias e o comportamento dos negócios no meio interno ou externo. Essa imagem deve estar alinhada aos valores, propósitos e a visão da empresa. Para criar um posicionamento eficaz e definir o tom de voz da sua marca é preciso, entre outras coisas, definir a sua persona — uma espécie perfil fictício que ilustra, além dos dados demográficos, os aspectos comportamentais de um determinado cliente ou grupo de clientes (linkar para matéria sobre personas?!). Portanto, é preciso conhecer quem é seu público e saber com quem se está falando.

Após a elaboração da persona, a empresa precisa saber qual é o seu tom de voz e como irá tratá-lo. No meuSucesso.com, por exemplo, tratamos o nosso público como “aluno”, uma vez que nosso conteúdo é voltado para o aprendizado e desenvolvimento pessoal. Já a nossa comunicação tem uma pegada voltada ao empreendedor e também para quem quer abrir o seu negócio próprio. Esse é nosso público. Tradicionalmente, isso seria o suficiente para termos uma linguagem formal, quadrada e rígida, uma vez que estamos lidando com profissionais dos negócios.

No entanto, utilizamos uma linguagem cada vez mais informal, despojada e objetiva através das nossas peças no Facebook, e-mails. No nosso caso, isso facilitar o entendimento do aluno/cliente e gera mais proximidade entre nós e vocês. Outras empresas optam por criar termos particulares com algo que remeta a empresa, como, por exemplo, o Nubank, que apelida os seus funcionários de "nubankers". Em resumo, saber o tom de voz da sua empresa é importante para que o seu negócio possa se expressar de maneira autêntica e crie uma conexão com suas personas.

Cases

Gazeta do Povo

Como vimos no documentário do Estudo de Caso, os tempos mudaram e as metas de tiragem e publicidade não estavam sendo atingidas pelo jornal. Então, Ana Amélia e sua equipe começaram a estudar todas as formas e aos poucos repensar o modelo de negócio da empresa. A empresa, então, reestruturou todo o negócio e mudou toda a operação para a parte digital, mas sem perder a sua identidade, seriedade e convicções, que são tão fortes que possuem até um espaço único no site para discutir sobre o tema.

Mãe Terra

O Estudo de Caso de Alexandre Borges, CEO da Mãe Terra, traz um pouco dos diferenciais da marca que, hoje, possui mais de 300 colaboradores e fatura mais de R$ 100 milhões. No caso da Mãe Terra, a empresa conseguiu ser percebida pelos seus consumidores não somente pelos benefícios que seu produto ou serviço geram, mas também pelas crenças, princípios e atitude – esse lado é mais subjetivo, imaterial, que define o caráter, personalidade e o jeito de ser do negócio.

Experimente por 7 dias grátis

Dicas para definir o tom de voz da sua empresa

Descreva seu tom de voz com 3 palavras. Ou seja, se fosse uma pessoa, que características definiriam a sua empresa? Jovem? Séria? Popular? De alto nível? Específica?

Por fim, responda às seguintes questões: Qual o tipo de conteúdo? Posts em redes sociais? Editoriais? Quem é o leitor/persona com quem você está falando? São Potenciais clientes? Pesquisar os interesses e que tipo de informações essas pessoas consideram relevantes.

Ao final do processo, procure saber qual tom sua empresa deve usar. A partir disso já é possível identificar o tom de voz da sua empresa e/ou começar a investir na criação de um.

Aprenda sobre vendas no meuSucesso.com. Experimente por 7 dias grátis.

Comentários