Você está decidido a empreender, mas sem a menor ideia de por onde começar? Leia este guia para saber quais são os primeiros passos para…


Você está decidido a empreender, mas sem a menor ideia de por onde começar? Leia este guia para saber quais são os primeiros passos para abrir seu novo negócio.

Se você quer empreender, comece por aqui

Vamos direto ao ponto: você já sabe com o que quer empreender? Para prestar um bom serviço ou desenvolver um produto, é essencial que você se sinta conectado com o propósito daquilo. 

Pense que esse negócio vai exigir sua dedicação total. Você vai investir recursos físicos e intelectuais, além de colocar nele sua energia profissional.

A boa notícia é que quase tudo pode virar um negócio, só depende de quanto você estrutura isso. E nós vamos te contar como: continue lendo este artigo para descobrir. 

Empreender 101: quais são os primeiros passos?

Você decidiu empreender, sentou na frente do computador e… e agora? 

Calma, não precisa sair fazendo plano de negócios e pedindo investimento por aí. Antes de tudo, você precisa saber onde vai trabalhar, quais as necessidades do seu negócio quanto a localização, estoque, se você vai precisar de mais pessoas trabalhando com você, que tipo de equipamento você precisa etc. 

Depois, analise bem a fundo o mercado no qual você vai atuar. Saber o que já está sendo oferecido no seu ramo e como isso é feito é bem importante para identificar oportunidades para que você consiga se destacar e resolver problemas que ainda não são resolvidos. 

Será que você precisa de um sócio para empreender?

Trazer uma pessoa a bordo para a sua empresa e aprender a dividir as decisões e responsabilidades é algo que precisa ser muito bem pensado. Mas sociedade é parecida com um casamento: é um contrato legal que deve ser levado à sério. Sua empresa pode prosperar ou até chegar a fechar, dependendo dessa relação. 

Procure alguém que te complemente de verdade, que entregue para a empresa coisas que você não consegue entregar, mas que, principalmente, tenha o mesmo propósito que você tem.

Qual CNPJ escolher?

AGORA SIM! O básico foi resolvido, o sócio foi escolhido. É hora de escolher o CNPJ certo para sua empresa. 

Preste muita atenção nessa etapa, pois ela é a primeira para definir como serão suas responsabilidades fiscais e legais, que impactam muito na sua empresa. Aqui, deve levar em consideração em que ramo você está atuando, quanto você prevê de recolhimento financeiro, qual o tamanho da sua empresa, o que você espera que cada sócio tenha de participação, como será seu contrato social, entre outras coisas importantes. 

Em algumas cidades, é possível contar com o apoio do município ou governo do estado para a abertura de empresas, verifique se a sua cidade oferece esse serviço.

Analise as opções de CNPJ com bastante cuidado. 

Pra que serve um contrato social?

Neste documento, todas as regras de funcionamento de uma empresa estão contidas, bem como a responsabilidade de cada participante neste negócio (sócios, investidores, stakeholders) e seus direitos, também. Nele, você deve detalhar algumas informações sobre você e todas as outras pessoas envolvidas na empresa. 

É um documento de fiscalização e contabilidade, portanto, preencha-o com atenção. 

Como perder o medo de começar a empreender?

Começar algo novo pode ser assustador, principalmente quando esse algo novo coloca tanta coisa em jogo. Todo mundo precisa pagar contas e sobreviver. A fonte de renda é sempre a maior insegurança para empreendedores de primeira viagem. 

Porém, quando existe um propósito e uma busca real por conhecimento, as coisas acontecem da maneira certa e, com constância, você pode chegar longe. Perder o medo faz parte desse processo. 

É importante aprender a lidar com seus medos, inseguranças e insatisfações. Isso pode determinar o quanto você irá conseguir êxito em suas atividades do dia a dia e no longo prazo.

É uma competência que cada vez mais tem o papel de diferenciar os profissionais e permite àqueles que a possuem desenvolver um ambiente harmonioso e, ao mesmo tempo, ser produtivo em ideias e resultados. 

Comece com a seguinte mudança: pare de pensar “se” der certo e passe a pensar mais além, para entender “como” fazer dar certo. Assim, você deixa de lado a postura passiva de medo de errar para adotar uma postura ativa de quem busca soluções para possíveis problemas. 

É assim que se faz uma empresa funcionar: resolvendo problemas, sejam eles seus, do mercado ou dos seus clientes.

Abri minha empresa. E agora?

Agora é a hora de manter e fazer a gestão que a sua empresa precisa. 

Um negócio não começa na festa de inauguração ou na primeira vez em que abre as portas ao cliente. Ele começa bem antes, quando você observa e reconhece uma oportunidade, uma dor e pensa na solução. Até o dia da abertura, você vai tomar várias decisões que não serão simples. 

Por isso, a gestão começa antes de tudo e continua para sempre. Com ela, você tem uma visão clara dos passos a serem tomados antes de iniciar qualquer negócio e, durante a execução dele, incluindo os benefícios e desafios de cada tomada de decisão para se preparar melhor para essa nova empreitada.

Na gestão administrativa, por exemplo, você vai criar seu plano de negócios, entender seu cliente, buscar melhorias do seu produto ou serviço, definir metas, prazos… tudo o que permeia a administração de um negócio. O marketing entra aqui, também!

Já a gestão financeira, tão temida por muitos, dita a sobrevivência de um negócio no mercado. Independentemente de ter um negócio pequeno ou até mesmo com pouco tempo de atuação no mercado, ter um planejamento estratégico de suas finanças é fundamental para que o líder desse negócio possa analisar, prever e tomar as decisões mais acertadas. É com essa gestão que você corta gastos desnecessários, faz os investimentos corretos e evita que a sua empresa entre no vermelho. 

Por último, mas não menos importante, lembre-se de fazer a gestão de si mesmo. Empreender é uma tarefa que exige inteligência emocional para tomar decisões racionais e lidar com desafios que vão aparecer no meio do caminho. Seja disciplinado, escute as pessoas e lembre-se todos os dias do porquê de você ter começado. 

Como colocar tudo isso em prática?

Preparamos um guia exclusivo e gratuito para te ensinar na prática como trazer esses passos tão importantes para a sua realidade. O e-book “Empreender: por onde começar?” já está disponível e você pode fazer o download clicando no link abaixo: 

Baixe o e-book gratuitamente aqui

Conte nas nossas redes sociais como esse e-book te ajudou no começo da sua jornada empreendedora!