Empreendedorismo

Largura ou profundidade: o que é melhor para o marketing digital - Will Fernandes

2/02/2016 • por Will Fernandes

Afinal, como empreendedor, qual é a melhor estratégia: ter 100 clientes que compram regularmente ou 5 mil que compram esporadicamente?

Estou escrevendo esse artigo sentado em um coffee shop na George Street, centro de Sydney - Austrália a 15,577,86 kilometros de distância do Brasil. Sydney está em clima de festa, o verão chegou e turistas do mundo todo que chegaram para o reveillon da cidade ainda estão por aqui.

Tenho pensado muito sobre 2016. O ano de 2015 foi muito bom para mim: minha esposa está esperando nosso primeiro filho, meu business está indo muito bem e estou cada vez mais certo dos sonhos e planos que quero realizar.

E é nessa época que especialistas de vários ramos tentam prever as tendências do novo ano e empreendedores ficam atentos para essas “novas oportunidades”.

Não tenho certeza de qual será a nova plataforma ou qual será a nova tendência que vai agitar o mundo digital em 2016, mas creio que a melhor estratégia de marketing para 2016 é ter “Largura e Profundidade”.

Vou explicar melhor esse conceito a seguir:

O Lago Baikal na Rússia é o lago mais profundo do mundo…

(Caso você seja especialista em Lagos e existe um outro lago mais profundo - é apenas uma analogia, take it easy!)

… Dizem os especialistas que se todos os lagos do mundo depositasem suas águas no interior do Lago Baikal levaria, pelo menos, um ano para as águas encherem o lago e chegarem a sua superfície. Algumas das cavernas do Lago Baikal têm mais de 1.600 metros de profundidade.

Em contrapartida, o Mar Cáspio é considerado o lago mais largo do mundo (ou o maior lago do mundo) com 371.000 kilometros quadrados. Em algumas áreas do Mar Cáspio é necessário pelo menos 30 horas de barco para atravessá-lo.

Mas o que é melhor: ser profundo ou ser largo?

E pensando como emprendedor, o que é melhor? Em um ano, é melhor ter 100 clientes que compram da sua empresa regularmente ou ter 5 mil clientes que compram esporadicamente?

No marketing digital existem 2 correntes fortes, as quais chamo de “Baikal”e “Cáspio”; ambas têm argumentos fortes para explicar sua posição.

Uns acreditam em um mundo “Baikal”, onde quanto mais profundo for o seu relacionamento com os clientes, melhor será para a empresa. O foco deles é dados, comportamentos, profiles e informações sempre voltados para o seu cliente.

Outros acreditam em um mundo “Cáspio” onde o que importa é o volume, mesmo que o relacionamento com os clientes seja superficial. Esses focam no ecommerce, nas campanhas de época (ex. dia dos pais, natal) e no funil de vendas online.

Todavia, pesquisando sobre os lagos descobri que o Lago Baikal é muito largo com mais de 600km de extensão e o Mar Cáspio é muito profundo com mais de 300 metros de profundidade. E os dois lagos só têm essas únicas características porque são largos e profundos.

Acredito que se o Baikal não fosse tão largo, talvez não seria tão profundo e o Cáspio se não fosse tão profundo, talvez não seria tão largo.

Mas existem empresas largas e profundas?

Sim, empresas como Netflix, UFC, Apple e Star Wars (Disney) representam esse conceito. São empresas de alcance global que têm uma relação profunda com os seus clientes.

Largura

Recentemente a Netflix liberou o primeiro espisódio da série “Making a Murderer” de graça no YouTube uma estratégia clara de “mass marketing” querendo alcançar o máximo de pessoas possível para divulgar sua marca e o seu produto.

Profundidade

Em contrapartida a Variety Magazine noticiou que a Netflix está baseando seus investimos em novos shows e novos filmes nas análises de que tipo de produto (séries e filmes) o seu cliente quer consumir.

Em 2016 procure estratégias que façam sua marca e o seu relacionmento com o cliente crescer mais e mais.

Em suma, seja um empreededor “Baikal-Cáspio” e navegue pelos lagos do sucesso em 2016.

Feliz Ano Novo!

Comentários

Quem escreve

Will Fernandes

Diretor em North Vzon

Will Fernandes é empreendedor na área de Marketing Digital em Sydney, Austrália. Will trabalha com PME's, Governos locais e empresas Fortune 500. Will presta consultoria de marketing digital, Pro-Bono, para ONGs e Institutos focados no meio-ambiente, assistência social e erradicação da pobreza.

POR Will Fernandes

Quando o Facebook vai morrer?

2 0
POR Will Fernandes

Quando as empresas fazem greve

0 0