Pessoas

Como fazer o cálculo de produtividade da sua empresa e de seus funcionários?

23/04/2014 • por meuSucesso .com

Entenda como fazer essa conta e de que maneira ela pode ajudá-lo no dia a dia do seu negócio

O conceito de produtividade se baseia na relação entre saídas e entradas monetárias do setor que está sendo analisado ou de uma empresa no geral. O objetivo é mensurar em quanto tempo e com quanto dinheiro se realiza uma atividade, analisando esse resultado como produtivo ou não, caso em que medidas são tomadas para melhorar ou criar condições para o crescimento da produtividade.

De acordo com Jairo Martins, superintendente-geral da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), uma empresa produtiva é aquela capaz de gerar mais produtos e serviços de qualidade, gastando pouco e dentro do menor tempo possível. Para colocar em números esses fatores é que se faz necessário calcular a relação entre as saídas de recursos, custos totais para obtenção dessas saídas, sem esquecer de considerar o tempo gasto.

A eficiência, que está ligada à ideia de produtividade vem da física. Transportado para o campo da Administração, esse conceito mantém sua característica de relação entre saídas e entradas. Em uma economia de mercado, a relação entre saídas e entradas, medidas em valores monetários, deve ser sempre maior que a unidade. Vale dizer que o valor dos produtos supera os custos dos insumos necessários para sua produção e dos custos fixos tais como juros e depreciação dos equipamentos, por exemplo.

Para quantificar a produtividade interna da empresa, então, deve-se comparar o que foi gerado com o que foi empregado de recursos para produzir determinado artigo, segundo o especialista do Sebrae Sérgio Leonardi. O resultado indicará o quanto está sendo consumido ou utilizado para cada unidade do que foi produzido ou entregue. Assim, pode-se utilizar a seguinte fórmula para cálculo de produtividade e eficiência, onde Δt representa o tempo gasto:

A fórmula acima pode ser adaptada para outros contextos, como cálculo de produtividade de mão de obra e de produtividade industrial, feitas as devidas alterações e acrescentados fatores específicos, como horas/trabalhador.

De forma simplificada, pode-se definir a produtividade como a razão entre saídas e entradas:

Produtividade = saídas/ entradas

Apesar de muito utilizada, essa definição apresenta algumas dificuldades de quantificação pois nem todos os custos e benefícios são facilmente mensuráveis. Dessa forma, fatores como a maior ou menor satisfação psicológica do trabalhador, o risco de acidentes, a qualidade das relações com a comunidade e a própria segurança da continuidade do empreendimento afetam custos e receitas, mas não são, em geral, incluídos na medida da eficiência ou produtividade, justamente por serem de difícil mensuração.

Existem três classificações das medidas de produtividade: parcial, múltipla e global. Se considerarmos apenas um tipo de entrada, a medida será parcial; se abranger mais de uma entrada, a medida será múltipla; e se envolver todas as entradas será global. É importante realizar o cálculo nesses três níveis, garantindo uma visão geral da produtividade da empresa, bem como explorando problemas e méritos localizados, como um determinado setor que esteja precisando de uma transformação para aumentar a produtividade.

Conteúdo desenvolvido pelo Administradores.com exclusivo para o meuSucesso.com

Comentários