Pessoas

Dizer NÃO é essencial para ter foco. Devemos saber fazer escolhas

12/06/2015 • por Bruno Perin

São tantas oportunidades que dizer não se tornou mais importante do que o "sim"

Possivelmente todo o dia, você deve perceber uma nova oportunidade, se não for diariamente, certamente acontece com bastante frequência. Você pode trabalhar onde for, no setor publico, privado, pesquisas, empreendedorismo, não importa, a questão é que toda a hora vemos à nossa volta muitas possibilidades. A internet facilitou tudo isso, é só olhar um pouquinho seu Facebook, visitar alguns blogs e voilá – diversas alternativas para você melhorar sua vida, ganhar mais dinheiro, diminuir o estresse.

A maior justiça do mundo é que todos temos 24 horas, e o uso ou não uso sábio deste tempo define muito do que conquistamos, conseguimos e realizamos. Portanto, se temos cada vez mais coisas para fazer nesse fator limitado da vida, saber definir aquilo que não faremos, para se dedicar mais e melhor no que devemos fazer se tornou crucial.

Muitos especialistas e gurus salientam, que a nova produtividade não é se manter ocupado, mas estar fazendo as coisas certas. E para isso precisamos primeiro saber negar as erradas. Uma questão super interessante da mente, que posso lhe contar é o nosso desejo das oportunidades. E isso é o que mais nos prejudica na hora das escolhas. Quando você está seguindo um determinado caminho, por exemplo estudando mais sobre startups (#arevoluçãodasstartups) e de repente você vê que Neurolinguistica também é legal. Quanto mais você pensa nisso, e assume o quão importante seria ter esse conhecimento, mais começa a sentir como se tivesse essa habilidade e mais se torna imprescindível tê-la. O fato é que, possivelmente, você não tem tempo para se dedicar tanto as duas, e começaria a entender um pouco de cada uma, mas não aprofundando em nenhuma das áreas. E em um mundo que está tão superficial, de pessoas que mal dominam algo e já acham suficiente, realmente aprender bem sobre um tema, faz grande diferença. 

Portanto, esse mera vontade de dominar outra área, dividiu não só a sua mente, mas como a sua atenção e por ai vai. Foram várias decisões que acarretaram na dissolução do seu foco. 

E isso acontece até com viagens, entidades, compras...qualquer coisa. Você começa a assimilar as possibilidades como se já fossem sua, como se já estivessem acontecendo e o seu cérebro não quer perder aquilo – por mais que ainda nem seja dele. A consequência é que fizemos "meias tarefas", conseguimos "meias realizações", ficamos meio felizes, vivemos meia vida.

Para estar presente e viver é preciso de foco, e para ter essa determinação na visão das suas atividades você precisará dizer NÃO, na verdade muito mais NÃO do que sim, tanto a você quanto aos outros. 

Adoro usar esse pensamento – “O seu foco depende diretamente da sua habilidade de dizer não"

Comentários

Quem escreve

Bruno Perin

www.freelifestyle.com.br em Livro - A Revolução das Startups

Bruno Perin, empreendedor, consultor, palestrante e escritor. Graduado em administração de empresas pela UFSM, especialista em Marketing Experience, pesquisador em Neuromarketing e Startups. Integrante do grupo dos 200 maiores talentos brasileiros pelo Virtvs Group, é referência marcante da nova geração no marketing, sendo responsável por várias campanhas impactantes nas redes sociais em 2011/12. Com experiências em palestras nacionais e internacionais, é considerado fomentador do empreendedorismo e da disseminação do conceito de startup no país. Conectado com os mentores desse tipo de programa no mundo, estuda o implemento e o funcionamento das startups, sendo apontado como evangelista da Geração Y/Z. É o grande nome do Neuroempreendedorismo no Brasil e um dos maiores incentivadores atualmente.