Pessoas

Seja sua ameaça e seu principal concorrente - Arthur Rufino

16/04/2015 • por Arthur Rufino

Como o foco em oportunidades muito claras pode colocar tudo a perder

A Análise SWOT é usada para definição de cenário onde uma empresa está inserida, levando em conta Forças (Strengths) e Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats), sendo uma ferramenta simples para orientar melhorias e mudanças de rumo em diversas frentes do negócio. Quando entramos no tema “Novos Negócios” é muito importante ter as Ameaças como foco central, mas com um intuito muito diferente da simples estratégia de defesa.

O senso comum cria sistemas para proteger o negócio de possíveis ameaças, perdendo grandes oportunidades de ser a ameaça para seus concorrentes ou futuros concorrentes. A máxima de que “a melhor defesa é o ataque” deve ser direcionada para o próprio negócio, mantendo o radar ligado para que seja você aquele que vai desenvolver a inovação que quebrará o produto, serviço ou método até então vencedor.

Nessa linha a JR Diesel, maior desmontadora automotiva do Brasil, preparou-se para uma lei que não existia investindo pesado em sistemas e estrutura, caminhando entre entidades e o poder público, trazendo potenciais concorrentes nacionais e estrangeiros para perto e, assim, desenvolvendo a Lei do Desmanche que reduziria suas margens e traria concorrentes de verdade para um mercado repleto de empresas pouco profissionais, irregulares ou ilegais. A empresa criou propositalmente o cenário que poderia leva-la à ruína, arruinando todas as outras empresas sem preparo no segmento.

O segredo estava no preparo, mas não no sentido de defender-se das ameaças, mas em sair na frente em um novo e organizado cenário onde somente a JR Diesel já tinha o conhecimento, estrutura, base de clientes e projetos engatilhados. Ela destruiu o modelo de negócio antes que alguém o fizesse, por isso navega sozinha.

É importante perceber que Ameaças e Oportunidades são como opostos em uma Análise SWOT e que o senso comum trabalhará no sentido de aproveitar as oportunidades claras e preparar-se para as ameaças claras.

Trabalhando no sentido contrário, você se destaca porque se prepara para aquilo que sabe que todos vão fazer seguindo as oportunidades e tira proveito das ameaças das quais ninguém quer enfrentar.

A Kodak soube aproveitar as oportunidades, assim como Nokia, Nintendo e uma série de outras empresas que lideravam seus mercados até que a Sony apostou na foto digital, a Apple no iPhone e a Microsoft no Xbox, até então empresas que sequer tinham representatividade nesses mercados.

Isso mostra também que é importante perceber as ameaças de outros segmentos e, por exemplo, criar o Apple Car enquanto as fabricantes de carros enxergam suas oportunidades apenas no lançamento de um novo modelo com nova tecnologia. Pense em como quebrar seu modelo de negócio e esteja certo que, neste momento, não será o único pensando nisso.

Comentários

Quem escreve

Arthur Rufino

Diretor de Marketing e Desenvolvimento em JR Diesel, Osasco, SP

Diretor de Marketing e Desenvolvimento da JR Diesel, uma das maiores empresas de reciclagem de caminhões do Brasil, que fatura mais de 50 milhões de reais por ano.