Fique Por Dentro

Aluna vai dar volta ao mundo com a família em ação social

18/12/2015 • por meuSucesso .com

Projeto Mandaramor pretende ajudar comunidades carentes

A aluna Guacira Newman Rugai morou 8 anos na Itália, casou com o italiano Gianluca e teve dois filhos. Atualmente a família mora no Brasil e está com um projeto arrojado para 2016.

Guacira tem se inspirado muito no conteúdo da plataforma, principalmente nas histórias do Geraldo Rufino e do Flávio Augusto, para dar andamento ao projeto Mandaramor.

“Eles são pessoas positivas, que tinham tudo para dar errado, mas acreditaram no seu sonho, no seu “taco” e chegaram lá! Fizeram a diferença em suas vidas e hoje estão fazendo na dos outros”, revela a assinante

Guacira também teve que superar obstáculos, principalmente emocionais. Depois de ter uma depressão e conseguir se recuperar por meio de muita leitura e força de vontade, ela teve a ideia de dar a volta ao mundo com a família em um motorhome.  Porém, esta não é uma viagem qualquer, ela tem o objetivo de desenvolver o projeto Mandaramor, fazendo marketing digital para o sustento da família e trabalhos sociais com crianças carentes ao longo do caminho. A intenção é a de conseguir patrocínios, oferecer ajuda a projetos sociais pequenos já existentes e chamar a atenção da mídia e da sociedade local para aqueles pequenos projetos.

A empreendedora social pensa em dar possibilidades a cidadãos colaborarem com suas comunidades, por meio da união de moradores e de empresários que possam contribuir financeiramente com projetos e pessoas comuns que tem o desejo de ajudar com a força de trabalho, dando aulas e oficinas para  crianças.

“Se eu visitar a Dona Maria com meu carrinho simples, ninguém vai me ver e não conseguirei chamar a atenção da sociedade para a necessidade dela. Porém, se a minha família chegar lá com um motorhome todo plotado com adesivos dos patrocinadores, dizendo que está dando a volta ao mundo, com certeza as pessoas terão curiosidade para saber o que estamos fazendo lá. A mídia também. A partir de então, nós iremos virar os holofotes para a Dona Maria e ela irá conseguir a ajuda de que precisa”, argumenta Guacira

Ao mesmo tempo, a família de Guacira pretende oferecer ajudar pessoal  projetos sociais já existentes, como dar palestras, elaborar materiais promocionais à projetos sociais, criar sites, até mesmo estão dispostos a colocar a mão na massa e pintar uma escola, por exemplo.

“Isso fará com que a viagem de uma família de motorhome pelo mundo não seja apenas uma viagem de férias, mas uma missão de vida. Nossos filhos irão aprender muito e amanhã também serão multiplicadores de transformação para eles e para os outros”, explica a aluna

Para Guacira, que pretende ficar 5 anos viajando, o principal objetivo é dar empoderamento às pessoas. A Mandaramor, é uma rede do bem, onde há um banco de dados de voluntários de todos os lugares que queiram disponibilizar o seu tempo para ajudar estes projetos, desde terapeutas, advogados, profissionais de informática até donas de casa e estudantes.

Segundo Guacira, podemos ser, fazer e ter o que quisermos, além, é claro, de sonhar, independente de onde e como nascemos. Basta acreditarmos em nossa própria capacidade e seguirmos as oportunidades que a vida nos dá, além de  enxergar ou criar oportunidades onde elas parecem não existir. “Para nós, o mundo que iremos deixar para os nossos filhos depende muito dos filhos que iremos deixar para este mundo!”

Hoje a Rede Mandaramor já ajuda algumas escolas no Brasil e uma no Peru, com aulas de artesanato e elaboração de sites. Quem quiser acompanhar a viagem que começa em janeiro de 2016 é só acessar aqui. 

Comentários