Fique Por Dentro

Está no ar o 5º capítulo do Estudo de Caso do Geraldo Rufino

28/10/2014 • por meuSucesso .com

Geraldo Rufino relembra as principais dificuldades em sua trajetória

No episódio 5, Geraldo Rufino relembra as principais dificuldades em sua trajetória e quais foram os caminhos adotados para superar esses obstáculos. Em 2001, a JR Diesel - uma das maiores empresas no ramo de desmanche legal e reciclagem automotiva – sofreu sua primeira crise. Com a queda das torres do World Trade Center, o principal parceiro de Rufino, uma empresa americana entre as maiores do mundo no setor de caminhão, preocupada com a situação econômica internacional resolveu deixar de investir no Brasil.

“Eu investi muito dinheiro nessa parceria e iria abrir a JR Veículos, uma espécie de concessionária de caminhões. Quando a minha empresa ‘quebrou’, eu estava em um momento em que todos me veneravam e isso é muito perigoso. As dificuldades me ajudaram a buscar a minha essência para melhorar como ser humano e empreendedor”, conta Rufino, que demorou cerca de cinco anos para se recuperar dos problemas financeiros.

Segundo o empresário, foi a partir da falência que a sua família ficou mais unida, pois seus filhos começaram a trabalhar para ajudá-lo na recuperação da empresa. Rufino acredita que as dificuldades não devem ser vistas como algo ruim e ajudam as pessoas a mudarem e a procurarem novas formas de se aperfeiçoar.

O episódio 5 do Estudo de Caso de Geraldo Rufino também traz a aula “O jeito brasileiro de negociar”, com o expert Renato Hirata, consultor especializado em Negociação Estratégica e Gerenciamento de Conflitos, e professor da Fundação Dom Cabral e HSM Educação. “Quando falamos sobre a maneira do brasileiro negociar, precisamos entender a cultura do país. Se não compreendemos isso, não conseguimos formular uma estratégia eficaz de negociação”, exemplifica Hirata.

 

 

Comentários