Empreendedorismo

Eiji Toyoda: você precisa conhecer a história desse empreendedor

14/10/2016 • por Leandro Vieira

O grande legado da Toyota foi seu método enxuto de produção, o just in time, e que virou referência em todo o mundo

Hoje eu gostaria de compartilhar com vocês a história do Eiji Toyoda. Esse engenheiro foi o responsável por uma verdadeira revolução na indústria automobilística do Japão e colocou no top 3 mundial do setor a companhia da sua família, a Toyota Motor Company, fundada por seu primo mais velho, Kiichiro.

O mercado automobilístico japonês, que até o fim dos anos 1920 era dominado por montadoras estrangeiras, começou, aos poucos, a ceder espaço para os fabricantes domésticos. Nessa época, mais precisamente em 1937, nasceu a Toyota. 

Eiji começou sua carreira na empresa como supervisor de produção. Mais tarde, com a morte do primo fundador, assumiu a presidência da companhia. A partir dali, imprimiu com força total sua visão e métodos. Sua atuação foi marcante no desenvolvimento de produtos altamente inovadores e no relacionamento com os fornecedores. Ele liderou o período mais importante de crescimento da montadora e teve um papel central na seleção de líderes que criaram os sistema de gestão, vendas e marketing da empresa, destacando-se o conhecido Sistema Toyota de Produção, referência global até hoje para os mais variados setores da indústria.

Em 1950, com o negócio já estabelecido, Eiji teve a humildade de passar uma temporada numa fábrica da Ford na condição de aluno, com o intuito de observar o modelo de produção do concorrente. Nessa experiência, ao mesmo tempo em que reconheceu as qualidades dos ensinamentos de Ford, consolidou a concepção de que ainda havia algo para ser melhorado, tomando como base o conceito do “kaizen”, que é traduzido como aperfeiçoamento contínuo. Daí passou a adotar na Toyota os métodos de produção que hoje podem ser minuciosamente descritos nos compêndios da Administração sob o nome de “toyotismo”.

Mas o grande legado mesmo da Toyota foi seu método enxuto de produção, o just in time. Depois da II Guerra Mundial, o Japão sofreu uma série de restrições, impostas pelas potências que saíram vitoriosas do conflito. Por causa disso, os recursos para a produção era escassos e a estrutura relativamente precária. Assim nasceu o método baseado no mínimo de estoque possível que tinha como principal diretriz fazer o máximo possível com o mínimo de insumos. O bom e velho fazer mais com menos.

A partir dos anos 1980, a disputa com a Mercedez-Benz e a BMW ficou mais acirrada. Toyoda, então, investiu no desenvolvimento de modelos de luxo, culminando na criação da marca Lexus, em 1989. Cinco anos mais tarde, ele entrou no Hall da Fama Automotivo de Dearborn, no Michigan, sendo o segundo japonês a receber essa honra, depois de Soichiro Honda, fundador da Honda Motor.

Eiji morreu em 2013, aos 100 anos de idade e deixou um legado que, sem dúvidas, viverá ainda mais.

Comentários

Quem escreve

Leandro Vieira

CEO em Administradores.com, JOAO PESSOA

Fundador e CEO do Portal Administradores.com. Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul,  certificado em Empreendedorismo pela Harvard Business School e MBA em Marketing, pelo Instituto Português de Administração e Marketing. Graduado em Administração e Direito. Em 2011, recebeu o Prêmio Honra ao Mérito em Administração, outorgado pelo Conselho Federal de Administração, em reconhecimento à sua contribuição ao avanço e valorização da Administração no Brasil.