Empreendedorismo

Procrastinação: como lidar com esse mal?

8/06/2017 • por Sofia Esteves

O ato de sempre deixar para depois o que deveria ser feito hoje pode ser viciante ou até pior, pode ser um problema grave para você e a sua vida profissional

“Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje” é a frase mais dita – e ouvida! – por aí, concorda? Por mais clichê que ela possa parecer, esse é um sábio conselho.

Deixar para depois algo que precisa ser feito nada mais é do que procrastinar e, infelizmente, as pessoas fazem muito isso, embora não devessem. Normalmente, o que nos leva a adiar a conclusão de tarefas são: não ver valor nelas, ser impulsivo e resolver questões que surgem de última hora em vez de fazer o planejado, ser perfeccionista, achar que a tarefa é mais difícil do que realmente é e ter medo de errar.

Além desses fatores, recentemente, um estudo publicado pela Universidade de Estocolmo, na Suécia, sugeriu que pessoas que acreditam trabalhar melhor sob pressão desperdiçam seu tempo para só focar no trabalho quando o prazo de entrega de uma tarefa está próximo de acabar. O prazer pela urgência torna difícil, segundo o estudo, eliminar a procrastinação da vida dessas pessoas. Para resolver isso, a solução seria "reprogramar" o cérebro, para que o estresse causado por um prazo apertado não seja mais prazeroso.

Fugir desse ciclo vicioso de adiar tarefas não é fácil, mas é preciso. Lembre-se sempre que ações geram reações – e a falta de ação também! Portanto, faça um exercício mental e imagine o que pode acontecer, tanto no curto prazo quanto no longo se você continuar adiando o que deve ser feito.

O remédio para acabar com a procrastinação é focar. Encarar cada atividade sem distrações. Ao fazê-lo, você perceberá que são bem menos complexas do que parecem.

Outro ponto muito importante e que ajuda no combate à procrastinação é um bom planejamento de tempo. Saiba que tudo tem a sua hora, ou seja, determine períodos do dia para atender às solicitações da chefia, da equipe e de outras áreas da empresa. Faça o mesmo para responder a e-mails e mensagens no celular e redes sociais. Não deixe a caixa de e-mails aberta 100% do tempo e desligue alertas de mensagem. Também vale tentar negociar a entrega de demandas de última hora.

Um bom planejamento ajuda também a evitar que os imprevistos impeçam que realize as tarefas do dia. Portanto, destine 2 horas por dia para lidar com as surpresas. Se nada acontecer, ótimo. Você terá um tempinho para se atualizar, conferir aquele estudo, tendência ou apenas se distrair.

Se você seguir à risca estas orientações, sem medo de falhar, e com o propósito claro de acabar de vez com a procrastinação, tenho certeza de que seus dias serão mais produtivos. Experimente!

Comentários

Quem escreve

Sofia Esteves

Presidente do Conselho em Grupo DMRH /Cia. de Talentos

Fundadora e presidente do Conselho do Grupo DMRH, compartilha neste espaço o que há de mais novo em carreira e gestão de pessoas. Ideias, reflexões e tendências para impulsionar o desenvolvimento pessoal dos empreendedores e de sua equipe.