Finanças

O que é balanço patrimonial?

5/12/2014 • por meuSucesso .com

Para a empresa, esse instrumento é útil no sentido de apresentar um panorama geral do negócio

Uma ferramenta extremamente importante para a saúde de uma empresa, o balanço patrimonial é, numa concepção mais básica, o levantamento que se faz dos seus ativos (bens e direitos que possam ser convertidos em valores monetários)  e passivos (obrigações e dívidas). Necessariamente, deve representar o retrato da organização em uma data específica. Por isso, diz-se que se trata de uma demonstração estática. Ou seja, apresenta a situação contábil, financeira e econômica da companhia em um momento exato.

Para a empresa, esse instrumento é útil no sentido de apresentar um panorama geral do negócio e permitir, assim, que os gestores avaliem a situação e definam estratégias, seja para manter uma posição, buscar crescimento ou corrigir falhas. 

É importante ressaltar também que qualquer empresa que pense em fazer negócios com entes públicos, ou seja, governos municipais, estaduais, federais, organizações do poder legislativo ou do judiciário, precisa comprovar sua qualificação econômico-financeira. E isso se faz através do balanço patrimonial.

O balanço apresenta também, além dos ativos e passivos, um resultado de patrimônio líquido. Esse valor é a diferença entre total de ativos e os passivos e é ele que serve como principal critério para determinar a situação em que se encontra um negócio.

Os elementos

No balanço patrimonial, devem ser levantados diversos fatores. A falta de qualquer um deles pode comprometer a análise e apresentar um resultado que foge do real.

Com relação aos ativos, podemos elencar os seguintes elementos a serem considerados, de acordo com demonstrativo do Sebrae do Distrito Federal:

ATIVO CIRCULANTE (AC)

- Disponibilidades

- Contas a receber de clientes 

- Impostos a recuperar 

- Instrumentos financeiros de curto prazo 

- Estoques

- Despesas do exercício seguinte

ATIVO NÃO CIRCULANTE (ANC) 

 Ativo Realizável a longo Prazo

 - Valores a receber a longo prazo 

 - Instrumentos financeiros de longo prazo 

 - Créditos junto a coligadas e controladas 

 - Crédito junto a sócios, diretores e outros 

 - Impostos a recuperar a longo prazo 

 - Estoques (de longa maturação) 

 - Despesas de exercícios seguintes

Investimentos

- Participações em coligadas

- Participações em controladas

- Outros investimentos permanentes

- (-) Provisão de perdas permanentes em investimentos

Imobilizado

- Terrenos 

- Edificações 

- Máquinas e equipamentos 

- Computadores e periféricos 

- Móveis e utensílios

- Veículos

- (-) Depreciação Acumulada

 Intangível

 - Marcas

 - Patentes

 - Pesquisas e desenvolvimentos de produtos

 - Fundos de Comércio

 - Amortização acumulada

PASSIVO CIRCULANTE (PC)

- Contas a pagar a fornecedores

- Obrigações trabalhistas

- Obrigações tributárias

- Empréstimos e financiamentos

- Provisões

- Outras dívidas de curto prazo

- Receitas diferidas de curto prazo

PASSIVO NÃO CIRCULANTE (PNC)

- Empréstimo e Financiamentos de longo prazo

- Contas a pagar a fornecedores de longo prazo

- Contingências trabalhistas de longo prazo

- Obrigações tributárias diferidas

- Provisões de longo prazo

- Outras dívidas de longo prazo

- Receitas diferidas de longo prazo

PATRIMÔNIO LÍQUIDO (PL)

- Capital social

- Reservas de capital

- (+/-) Ajustes de avaliação patrimonial

- Reservas de lucro

- (-) Ações em tesouraria

- (-) Prejuízos acumulados

Conteúdo Administradores.com especial para o meuSucesso.com.

Comentários