ilustração sobre a Matriz SWOT
Gestão

Matriz SWOT: o que é e como fazer essa análise?

27/07/2014 • por meuSucesso .com

Aprenda mais sobre o potencial da análise da Matriz Swot e entenda mais sobre essa ferramenta estratégica.

Planejar é parte constante e indispensável da rotina de uma companhia e a análise da Matriz SWOT tem o objetivo de ajudá-lo exatamente a planejar-se. Entender a posição da empresa no mercado, estabelecer metas de vendas, produção e aumento de lucros são alguns exemplos de atitudes que ajudam na evolução saudável do seu negócio. Para entender completamente as variáveis que influenciam o desempenho da empresa, pode-se usar algumas ferramentas e estratégias, como a análise SWOT. Se você está se perguntando o que é análise SWOT, preparamos um esquema prático para entender alguns conceitos básicos e começar a aplicá-los no seu empreendimento. Aprenda a fazer a pôr em prática com os 5 passos para fazer uma análise SWOT.

Confira:

O que é Matriz SWOT?

Elaborada entre as décadas de 1960 e 1970 pelo americano Albert Humphrey, durante um projeto de pesquisa na Universidade de Stanford, a técnica de análise SWOT é, hoje, utilizada por empresas visando a realização do seu planejamento estratégico. Com o relatório em mãos, é possível compreender o cenário em que se encontra a companhia e essa interpretação permite que a empresa possa estipular metas viáveis para o crescimento.

Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças

A sigla SWOT deriva do inglês Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). Em portguguês a silga seria FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças). É através da análise SWOT de uma empresa e a identificação dessas quatro variáveis que será possível determinar os futuros planos do empreendedor. 

As forças e fraquezas caracterizam o chamado ambiente interno, pois estão sob total controle da própria organização, dependendo unicamente dos gestores tomar ou não as decisões. Já as oportunidades e ameaças fazem parte do ambiente externo, pois, diferentemente das duas primeiras, não estão sob controle da empresa, que não sabe quando ou se vão aparecer. 

O empreendedor Marcelo Toledo, no artigo "Análise SWOT: um pequeno guia", no Administradores.com, parceiro do meuSucesso.com, ressalta a necessidade de definir as forças, lembrar-se das fraquezas, aproveitar as oportunidades e proteger-se das ameaças. 

Exemplos de análise de SWOT

Ao analisar o estado de sua empresa, você chegará a alguns resultados em cada uma das áreas analisadas pelo SWOT. Para melhor compreensão, separamos alguns desses fatores que podem estar dentro de cada um dos nichos. Porém, é sempre de bom senso lembrar que o resultado depende da habilidade e atenção de quem executa a análise, como relembra Marcelo Toledo. "O que parece ameaça para uma pessoa pode ser uma oportunidade para outra. São seu tato, ambição e coragem que determinarão como você usá-la a favor da sua empresa", conclui no texto.

Forças

O custo do seu produto/serviço, a qualidade, a localização da empresa, a união entre a equipe, a matéria-prima utilizada nos produtos, a estratégia de distribuição etc.

Fraquezas

Qualquer fator que se oponha diretamente e ameace diminuir suas forças.

Oportunidades

O aparecimento de um nicho de mercado que ainda não foi explorado, uma lei que favoreça sua produção, uma nova tecnologia que beneficie sua produção etc.

Ameaças

entrada de uma concorrente internacional no mercado, um método de produção pouco proveitoso em relação aos concorrente, deficiências na equipe etc.E

Comentários