Pessoas

O que fazer agora que terminei a faculdade?

14/04/2015 • por meuSucesso .com

Muitos têm dificuldade de encontrar um rumo. Não se desespere se esse for seu caso

Certamente, você já ouviu de alguém – seus pais, tios, amigos – que sem um diploma dificilmente vai conseguir alguma coisa na vida, não é? Falando assim, parece que com ele tudo se resolve. Ledo engano. Não são poucos os profissionais que, recém-formados, enfrentam o drama de não saberem o que fazer. 

Muitos têm dificuldade de encontrar um rumo. Procurar emprego na iniciativa privada? Empreender? Fazer concurso público? Não é raro muitos acabarem seguindo por áreas diferentes das de sua formação. Tão comum tanto é descobrir que o curso que fez não tem nada a ver consigo.

Planejar a vida profissional ainda durante a graduação é um bom começo para minimizar as dificuldades após a conclusão do curso. Procure conhecer o mercado e se familiarizar com ele. Isso pode ser feito por meio de estágios, visitas técnicas a empresas ou participação em grupos, como empresas juniores, por exemplo.

Com as experiências práticas, os estudantes podem conhecer melhor a profissão em que pretendem atuar, além de terem ali uma oportunidade de identificar se aquela é mesmo a carreira que querem seguir. 

Na hora de procurar uma atividade prática durante a graduação, no entanto, é necessário tomar alguns cuidados. Caso contrário, as consequências para o futuro profissional podem acabar não sendo positivas. 

Com o diploma na mão

Manter-se presente no mercado, mesmo que sem emprego, é a primeira dica para os recém-formados. Ative seu networking, participe de eventos, mantenha seu currículo atualizado, faça cursos de atualização etc.

Aparecendo uma oportunidade que se encaixe nos seus planos, o ideal é aceitar, mesmo que não seja ainda a vaga considerada ideal. Até porque quase ninguém começa a vida profissional já com o trabalho dos sonhos. É fundamental conquistar experiência e isso só acontece colocando a mão na massa.

Antes de dizer sim, no entanto, é preciso prestar atenção nas armadilhas. Um cuidado importante nesse momento deve ser com a reputação de quem contrata. Associar-se a empresas ou profissionais que não possuam boa fama no mercado – ou apresentem valores e métodos de trabalho questionáveis – pode pesar desfavoravelmente no futuro. 

Se a opção é por empreender, estude muito – conceitos gerais de gestão, a área em que você pretende atuar, seu público, os concorrentes, a viabilidade financeira do negócios etc. É comum que jovens empreendedores corram com muita sede ao pote e acabem cometendo erros fatais. Para quem está começando a carreira, tentar, fracassar e fazer de novo até faz parte do fluxo natural das coisas. Mas você não precisa colocar, às escuras, todas as suas economias num negócio que não conhece e não tem a menor ideia de como vai se viabilizar.

Conteúdo Administradores.com especial para o meuSucesso.com.

Comentários