A estratégia orgânica é um poderoso canal para adquirir clientes e se destacar no mercado com baixo investimento. Aprenda mais sobre o assunto aqui.


O marketing digital oferece inúmeras ferramentas para os negócios alcançarem seus objetivos. Uma das estratégias mais importantes é a estratégia orgânica, responsável por otimizar o orçamento de mídia.  

Essa alternativa trabalha com a atração de clientes de forma espontânea, por isso não gera custos ao final do planejamento. Dessa forma, surgem muitos benefícios que agregam valor à empresa. Dentre elas, podemos citar:

  1. Diminuição do CPA: como a atração gera mais tráfego para o site de forma não paga, o custo por aquisição reduz. 
  2. Aceleração do funil de vendas: os leads que passam pelo marketing de conteúdo são mais qualificados e tendem a chegar mais rápido no fundo do funil, visto que eles já conhecem a sua empresa.
  3. Reforço de autoridade: a estratégia orgânica impacta diretamente no alcance e no relacionamento entre empresa e cliente, isso cria a possibilidade de ter um canal com total domínio na área de atuação. 
  4. Resultados a longo prazo: diferente da estratégia de mídia paga, a orgânica é construída a longo prazo e seus efeitos aumentam ao longo do tempo. Enquanto um anúncio pago é veiculado por um tempo curto e específico, um texto de blog fica no seu domínio para sempre, permitindo que o usuário o leia em diferentes horas.

O tráfego orgânico, portanto, é um dos principais recursos utilizados pelas empresas, visto que o baixo custo e os resultados ao longo prazo exigem menor manutenção e impactam positivamente na aquisição de clientes. Sendo assim, sua estrutura tem base, principalmente, em três pilares: marketing de conteúdo, SEO e redes sociais. 

Marketing de Conteúdo

Combustível do Inbound Marketing, o Marketing de Conteúdo cuida da criação e o compartilhamento de conteúdos relevantes para o cliente do negócio. A fim de construir um público fiel à sua marca, é preciso trabalhar com conteúdo qualificado, apostar em diferentes plataformas e utilizar a estratégia de SEO.

Todo cliente preza por qualidade, e no conteúdo não poderia ser diferente. A chave é solucionar a dúvida do cliente ao explicar o assunto da maneira mais completa. Se a pessoa está pesquisando, por exemplo, sobre a definição de leads é possível desenvolver outros tópicos relacionados à isso e colocá-los em um só texto. Dessa forma, não se torna necessário fazer outras pesquisas e também traz soluções antes de novas dúvidas surgirem.

Além disso, cada plataforma possui uma finalidade diferente. Enquanto o foco do Instagram são imagens e vídeos, o blog é mais voltado à textos longos e explicativos, por isso adaptar-se à comunicação e diversificar o conteúdo para cada uma é essencial. Não esqueça de trabalhar com vários canais, porque isso garante que eles funcionem de forma integrada e atinjam diferentes nichos de público.

Unindo estes dois pontos com a estratégia de SEO que será explicada logo abaixo, o Marketing de Conteúdo visa, então, construir uma relação de confiança com o cliente, estabelecer a empresa como referência no setor e aumentar a credibilidade da marca no mercado. 

SEO

A fim de melhorar o posicionamento da sua página em motores de busca, como o Google, o SEO (Search Engine Optimization) é o recurso número 1 para isso. Por meio de um conjunto de técnicas, essa ferramenta atrai mais visitantes para o site, possibilita o aumento de conversões e ganha autoridade no mercado. 

Para conseguir melhores rankeamentos nas páginas de buscas, é preciso seguir algumas regras de SEO que devem ser trabalhadas tanto on page como off page. Basicamente, o SEO on page é a otimização dos elementos da sua própria página enquanto o SEO off page mostra a autoridade da marca em outros sites ao otimizar componentes fora da página. 

Alguns exemplos do SEO on page são: palavras-chave, conteúdo, título e meta descrição.

As palavras-chave são os termos utilizados pelo usuário ao buscar uma informação no motor de busca. Isso revela quais as palavras que a persona do negócio tem procurado e indica quais têm maior potencial para a estratégia de SEO.

O conteúdo está diretamente ligado à elas. Além de utilizar as boas maneiras do Marketing de Conteúdo, é preciso usar as palavras-chave durante o texto para o Google indexar a sua página com os termos selecionados por você. Vale ressaltar que é importante trabalhar com as variações, os sinônimos e as outras palavras relacionadas com a palavra-chave para não cansar a leitura do usuário e facilitar a percepção do Google sobre o tema da página.

O título, ou title tag, é o que aparece nos mecanismos de buscas, na aba do navegador e no compartilhamento do site. Como o título é o primeiro contato que o leitor tem com o seu texto, é importante que ele seja atrativo e tenha a palavra-chave nele. Outra dica é se atentar para que ele tenha até 60 caracteres para aparecer inteiro na página.

A meta descrição, ou meta description, é uma breve descrição do conteúdo da página. Isso atrai o usuário a clicar no link, visto que ele sabe o que será encontrado. Aqui o limite de caracteres também importante, sendo aconselhado trabalhar com 150 caracteres. 

A principal forma de SEO off page é o backlink. É a ligação recebida de um site para outro site. Ou seja, é quando uma página confiável de outra empresa coloca o link da sua página no texto. Isso atrai leitores de outros sites para o seu, gerando novos leads. 

A estratégia de SEO tem como objetivo, portanto, otimizar páginas em motores de busca e, consequentemente, alcançar rankeamento orgânico, aumentar o tráfego e gerar autoridade para o site. 

Redes sociais

Uma peça fundamental no mundo digital, ter presença nas redes sociais é crucial. Com mais de 65% da população brasileira ativa nesses canais, as mídias sociais servem como meio para a empresa interagir com os clientes.

As oportunidades que surgem com as redes sociais são inúmeras, sendo uma delas aliar a estratégia orgânica com a mídia paga. Com o investimento em Google Ads e Facebook Ads, por exemplo, é possível gerar maior engajamento do seu público, ou seja, tráfego orgânico.

Além disso, o Marketing de Relacionamento também tem papel fundamental nas redes sociais. A fim de atrair e fidelizar clientes, é importante que a empresa nutra um relacionamento saudável, diferenciado e personalizado com o seu público.

Assim como toda estratégia, a estratégia orgânica precisa ser bem planejada e estruturada para colher bons frutos no futuro. Apesar disso, é possível perceber que essa ferramenta oferece inúmeras possibilidades para adquirir clientes e se destacar no mercado com baixo custo no orçamento de mídia. 

Conclusão

Se você se interessou nesse assunto, o Estudo de Caso, “Poder Digital”, do Eric Santos buscou entender mais sobre esse movimento do marketing digital, além de abordar áreas importantes desse tema. O empreendedor é CEO da Resultados Digitais e, ao seu comando, a empresa chegou a mais de 20 mil clientes e se tornou líder em SaaS (Software as a Service) no Brasil. Aproveite todo o conhecimento abordado no Estudo de Caso de Eric Santos com 7 dias grátis