As marcas que querem se comunicar com os jovens, precisam levar em conta de que forma eles consomem o conteúdo digital.


O Brasil é o líder mundial em tempo de acesso às redes sociais no mundo. Isso mesmo, nós, brasileiros, gastamos em média, por dia, 3 horas e 31 minutos conectados. O Facebook ainda é a rede mais usada por aqui, mas entre os jovens, quem lidera o ranking de mídias é o Youtube, que é a principal rede social de vídeos da atualidade, com mais de 2 bilhões de usuários ativos em todo o planeta.

Entender o porquê os jovens curtem mais vídeo e colocam o Youtube no topo desse ranking explica muito sobre essa geração que segue influenciadores que impactam, diretamente, no comportamento de quem tem entre 16 e 30 anos. A grande questão é o quanto essa influência que os jovens sofrem de forma totalmente passiva é positiva. A internet é democrática, onde todos têm voz e podem fazer e falar o que quiserem, isso tem o lado bom, mas também tem o ruim. Mas é fato que as marcas que sabem aproveitar essa fatia do mercado, se dão bem.

É inegável que os jovens se movem pelo número de “likes” nas postagens, pelo número de amigos ou seguidores nas redes sociais e pelo maior compartilhamento de informação pessoal na sua página. Tudo isso é levado em conta pelas empresas que pensam suas estratégias de marketing na internet. As redes sociais são uma grande rede de comunicação e proporcionam a interação, mas vale lembrar que o jovem precisa também do ambiente social real, para evitar a banalização da interação social e  superficialidade das relações interpessoais.

Geração Millennials e Geração Z

Os jovens de hoje, em 2021, podem ser considerados um recorte dos Millennials –  pessoas que nasceram entre os anos de 1980 e 1995 – que também são conhecidos como a Geração Y, ou seja, são aqueles que vieram ao mundo na época da virada do milênio, aí essa denominação faz bastante sentido. Essa é uma geração da era digital, inclui pessoas que já nasceram envolvidas por tecnologias atuais, como o videogame e a internet. Por conta disso, os Millenials tendem a ser ávidos por avanços tecnológicos, além de conhecedores da multiplicidade de formatos que o mundo pós-moderno pode apresentar. Vivendo em ambientes mais urbanizados, os Millenials presenciaram uma das maiores revoluções na história da humanidade: a Internet. São apontados como uma geração mais problemática, pelo seu imediatismo. Eles representam, hoje, cerca de 25% da população brasileira e é uma geração que ora quer estar nas redes, ora quer desativar o perfil.

Já a Geração Z  é a que engloba quem nasceu entre 1998 e 2009 – trata-se da primeira geração 100% digital. Nascidos em uma era política e financeira turbulenta, é a geração que abraça a diversidade absorvida na internet e lidera a mudança ao agir no mundo por meio de ações práticas. Essa geração está nas redes sociais, e é em peso quem mais movimenta esse segmento.

Comunicação com os jovens

As marcas que querem se comunicar com os jovens, precisam levar em conta de que forma eles consomem o conteúdo digital. Para conquistar a atenção dessa faixa etária, a comunicação deve estar alinhada com a atitude da marca.  Uma empresa não vai conseguir vender uma cultura sem que isso realmente faça parte do seu dia a dia. O relacionamento com o cliente é outro ponto importante a ser trabalhado e fomentado. A experiência do usuário é fundamental e deve nortear as estratégias de marca da empresa. Mostrar respeito à diversidade de culturas é outro ponto que faz diferença pros jovens, principalmente, que querem estar e se sentir incluídos. Apostar em conteúdo em vídeo é certeiro, haja vista que os jovens preferem o Youtube, por exemplo. O formato ao vivo, conhecido como live, ganhou ainda mais espaço durante a pandemia do coronavírus, em que impôs-se o isolamento social.  Com um smartphone em mãos, todo esse conteúdo por meio do móbile é ainda mais facilitado.

Estratégias de marketing

Estar presente no ambiente online em pleno 2021 é obrigatório para qualquer empresa, de qualquer segmento. Se ainda não está é porque está muito atrasado. Mas, para acertar na comunicação com essa galera jovem é preciso levar em conta alguns fatores do digital e elaborar um plano estratégico. Isso envolve uma série de análises e decisões importantes e não é algo que possa ser feito sem algum conhecimento de marketing, além de analisar bem a sinergia da marca com o público com quem ela quer se relacionar. Vamos ver alguns pontos práticos para sair desse zero a zero e iniciar uma comunicação eficaz?

1. Defina seus objetivos como marca – por exemplo: aumentar o tráfego; gerar leads; vender mais; aumentar o engajamento. Cada objetivo deve ser seguido de uma ação para que a meta aconteça.

2. Use as ferramentas de marketing simples e que são fáceis de aplicar como a SMART e também a matriz SWOT– elas podem gerar resultados legais para quem está começando do zero. Com essas ferramentas você identifica fatores importantes para poder criar objetivos eficientes e um cenário de planejamento para ação.

3. Público-alvo e persona – é super importante a marca saber com quem precisa falar, no caso dos jovens, por exemplo, se for geração Millenial a estratégia é uma, se for Geração Z, já é outra. Delimitar a persona faz o ajuste fino para que a estratégia atinja realmente o alvo planejado e, principalmente, em qual rede social colocar em prática a estratégia.

Ranking das Redes Sociais

A Resultados Digitais publicou recentemente  um ranking das redes sociais mais usadas no Brasil, contando o público em geral:

  1. Facebook
  2. Whats App
  3. Youtube
  4. Instagram
  5. Facebook Messenger
  6. Linkedin
  7. Pinterest
  8. Twitter
  9. Tik Tok
  10. Snapchat

No meuSucesso você encontra muito mais desse universo que envolve a internet. Venha estudar com aquele que é considerado o pai da internet, Vint Cerf, para entender como surgiu essa era que revolucionou todo o mundo. Além disso, aprenda como promover um crescimento expressivo da sua startup entendendo a mentalidade dos empreendedores do Vale do Silício, com a série Go N Grow e, para fechar com chave de ouro, Eric Santos da RD ensina como você pode colocar em prática o marketing digital e decolar de vez o seu negócio. Que tal? Vamos começar agora mesmo? Se ainda não é assinante, experimente grátis por 7 dias!

Aline W de Paula