Empreendedorismo

Talento, Atitude e Oportunidade - por Paulo Campos

24/03/2016 • por Paulo Campos

Espere o inesperado!

Havia um sacristão que trabalhava em uma igreja de Londres, na Inglaterra. Quando o novo abade assumiu, resolveu mandá-lo embora porque era analfabeto e o abade não queria ser assessorado por alguém incapaz de ler e escrever. Deprimido, aquele sacristão começou a andar à noite pelas ruas da capital britânica.

Pensou em fumar, para relaxar um pouco, mas não encontrou nenhum lugar onde pudesse comprar um maço de cigarros àquela hora. Teve, então, a ideia de abrir uma tabacaria 24 horas. Já que estava desempregado, poderia iniciar um negócio próprio. Juntou suas economias, conseguiu um empréstimo e abriu a primeira de muitas. Criou uma rede por toda a Europa.

Vinte anos depois, estava em um banco resolvendo questões financeiras quando um gerente pediu que assinasse um documento. O ex-sacristão respondeu: “Não sei escrever e nem ler, sou analfabeto". Surpreso, o gerente comentou: "Analfabeto o senhor construiu um império". Imagine se soubesse ler e escrever. O empreendedor respondeu: “ Meu caro, se eu soubesse ler e escrever seria sacristão até hoje".

Esse causo, ilustra bem elementos que determinam nosso desempenho e devem ser acionados para as mudanças que acontecem de forma inesperada: talento, atitude e oportunidade. De nada adianta ter talento e atitude, se as oportunidades não surgem – nesse caso você continua procurando fazer negócios com as mesmas pessoas ou clientes! Ou ter talento e oportunidade, mas não sabemos aproveitar por falta de atitude – nesse caso você continua tento o mesmo comportamento e quer respostas diferentes. Ou ter oportunidade e atitude quando o talento não foi desenvolvido – ou você não usa ou não conhece seus pontos fortes. O sacristão devia ter talento para empreender e assumiu uma atitude proativa quando a oportunidade bateu à sua porta. Portanto temos 3 perguntas:

1.Quais são seus melhores talentos?

2.Em que atitudes e comportamentos você deve investir para aprimorar seus talentos?

3.O que fazer para ir ao encontro das oportunidades?

Aqui vai uma dicaduka: As oportunidades podem surgir de duas maneiras: ou elas vêm ao nosso encontro ou nós vamos ao encontro delas. No primeiro caso, com frequência elas chegam disfarçadas de problemas. Reflita, as maiores mudanças que você fez na vida provavelmente foram decorrentes de um problema ou resultado diferente do esperado.

Professor Paulo Vieira de Campos tem 20 anos de experiência em soluções de aprendizagem. Autor do blog Mochileiro Corporativo da Revista Exame. Desde 2000 já realizou mais de 1.900 palestras para 100 mil pessoas nos temas relacionados ao comportamento humano nas áreas de Liderança, aprendizado de adultos e gestão de pessoas. Contato: [email protected]

Comentários

Quem escreve

Paulo Campos

Professor em Insper

Tem 20 anos de experiência em soluções de aprendizagem (Ensinar, Aprender e Liderar). Desde 2000 já realizou mais de 1.800 palestras para 80 mil pessoas nos temas relacionados ao comportamento humano nas áreas de liderança, aprendizado de adultos e gestão de pessoas. É Mestre em Psicologia da Educação/PUC, Pós-graduado em Marketing e Comunicação/ESPM.