Pessoas

Intercâmbio estudantil: deixe o computador em casa - por Leandro Vieira

24/03/2016 • por Leandro Vieira

A maior riqueza da viagem está na interação com as pessoas. Um sorriso vale mais que mil emoticons

A primeira vez que fiz intercâmbio – desses que se passa um tempo em um país aprendendo um idioma -, foi em 1997 e eu tinha 19 anos. Fui pra Salamanca, na Espanha. Uma experiência fantástica!

Naquela época, a internet ainda estava engatinhando. Cada um tinha seu e-mail, mas sem a necessidade de checar mensagens de 5 em 5 minutos. Na escola, na hora dos intervalos, todo mundo aproveitava para conversar e conhecer os colegas de diferentes culturas. Fiz ótimos amigos, com os quais mantenho contato até hoje.

No ano seguinte, fui pra Inglaterra, e a experiência foi bastante similar.

Em 2000, fui novamente para a Inglaterra, para reforçar um pouco o inglês. Já havia uma certa concorrência para utilizar a sala de computadores da escola.

Voltei a fazer intercâmbio em janeiro de 2008. Fui para Florença com a minha esposa. Pensei que repetiria a experiência das vezes anteriores, mas fiquei chocado com o grau de dependência de todos com a Internet. Na hora do intervalo, era briga para ver quem conseguia lugar nos computadores da escola.

A turma dos Estados Unidos nem entrava no páreo, pois cada um já andava com o seu notebook a tiracolo. Com seus mensageiros instantâneos, webcams e microfones, a conversa com os que estavam distantes parecia muito próxima. Em compensação, com os que estavam ali ao lado, bastando apenas virar o pescoço, a distância era enorme...

A experiência de se fazer intercâmbio é extremamente rica e interessante. Possibilita você a conhecer e respeitar outras culturas, a se abrir para o novo, a encher a cabeça de idéias e a se tornar uma pessoa mais aberta e tolerante. Entretanto, é preciso se desconectar um pouco para viver a plenitude dessa aventura. A maior riqueza da viagem, esteja certo disso, está na interação com as pessoas. Não tenho dúvidas que a Internet surgiu para diminuir as distâncias e promover a interatividade, mas todo exagero é prejudicial. Esteja atento: um sorriso vale mais que mil emoticons.

Comentários

Quem escreve

Leandro Vieira

CEO em Administradores.com, JOAO PESSOA

Fundador e CEO do Portal Administradores.com. Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul,  certificado em Empreendedorismo pela Harvard Business School e MBA em Marketing, pelo Instituto Português de Administração e Marketing. Graduado em Administração e Direito. Em 2011, recebeu o Prêmio Honra ao Mérito em Administração, outorgado pelo Conselho Federal de Administração, em reconhecimento à sua contribuição ao avanço e valorização da Administração no Brasil.