Veja como escolher, negociar e montar um plano de sucesso com influenciadores digitais através da técnica do marketing de influência


O marketing como um todo tem evoluído. Se pensarmos nos últimos 20 anos, a forma como nos comunicamos e os meios pelos quais nos comunicamos, mudou muito. Com a popularização da internet e a criação de comunidades, todos puderam começar a mostrar seus talentos para um pequeno público. Mas, se antes, poucas pessoas chegavam a aparecer em programas de televisão ou rádio, hoje milhões de pessoas mostram o que sabem na internet. Esse novo comportamento gerou uma nova possibilidade de comunicação. Sejam apresentados ao marketing de influência.

Marketing de influência

Mas o que é o marketing de influência? Pois bem, vamos a conceituação. Quantas vezes você já indicou um produto ou serviço a alguém? Muitas, certo? Para amigos, familiares, colegas de trabalho. Isso é o famoso “boca a boca”. Onde alguém espontaneamente fala sobre um produto que te agradou.

Normalmente damos mais crédito a pessoas que conhecem da área do produto ou serviço. Quem nunca levou um “tio que conhece bem de carro” na hora de escolher um automóvel novo? Ou quem não pediu dicas para o sobrinho que ama internet na hora de comprar um computador?

Como foi falado acima, a internet deu voz a milhões de pessoas. Hoje você pode acompanhar um especialista em saúde e bem-estar sem precisar esperar um dia e horário específico na programação da tv. Ou melhor, você pode acompanhar alguém que conhece muito sobre culinária tailandesa, algo que com certeza não teria espaço nos grandes meios. Essa pessoas são influenciadoras de nicho. E tem muito valor na hora de montar um plano de comunicação para sua empresa. Vamos falar melhor sobre esses influenciadores.

Marketing de influência: tipos de influenciadores

Entendendo o que é o marketing de influência, fica mais fácil de entender o marketing de influenciadores. Todos podem exercer o marketing de influência, como foi falado. Mas existem pessoas que se capacitaram durante o tempo e se tornaram influenciadores. Vamos falar de três tipos de influenciadores aqui: microinfluenciadores, mesoinfluenciadores e macroinfluenciadores.

Microinfluenciadores

Os microinfluenciadores têm esse nome por terem um público pequeno em suas redes (Instagram, Twitter, Youtube, TikTok, etc). Normalmente a quantidade de seguidores variam entre 2 mil até 20 mil.

Em geral, são influenciadores de nichos muito específicos, que contam com poucos fãs ou pessoas que acompanham. Mas sua grande vantagem é que normalmente são autoridades no assunto e possuem um público extremamente engajado. Não se engane com o tamanho do seu perfil, procure ver o engajamento e a influência que ele tem em seu meio.

Um microinfluenciador é ótimo para campanha de marketing de influência que envolvam produtos e serviços de nicho ou mesmo que possuam atuação regionalizada.

Mesoinfluenciadores

Aqui já são influenciadores com mais de 50 mil pessoas, podendo chegar até 100 mil pessoas. São influenciadores que podem fazer parte de mercados maiores e que estão em franco crescimento ou ainda serem autoridades muito reconhecidas dentro de nichos específicos.

A vantagem aqui é que eles falam com mais pessoas, porém ainda tem um engajamento e influência relativamente bons. Principalmente os influenciadores de autoridade. Eles possivelmente são bem estabelecidos em seu nicho a ponto de já serem seguidos por pessoas que não fazem tanto parte desse filão.

São ideias para campanhas que precisam impactar um público maior, mas não possuem um budget tão volumoso para apostar em influenciadores com um alcance maior.

Macroinfluenciadores

Aqui chegou a hora dos grandes nomes da internet. Começamos com influenciadores que vão desde 100 mil pessoas os seguindo até milhões e milhões.

Esses influenciadores podem não pertencer a um nicho muito específico, mas isso não quer dizer que não sejam autoridades ou que ainda não tenham grande impacto sobre seu público.

O grande revés de trabalhar com esse tipo de influenciador é que normalmente seu custo acaba sendo bem elevado e dependendo do objetivo da sua campanha não valha tanto a pena investir nele. Porém, ele tem forte apelo popular e pode ser uma ótima solução para marcas que precisem de reconhecimento do público em geral.

5 dicas importantes para marketing de influência

Agora que você sabe mais sobre marketing de influência e sobre os tipos principais de influenciadores, aproveite essas dicas valiosas na hora de montar seu plano.

1. Escolha do influenciador

Antes de montar sua estratégia de marketing de influência, é crucial ter em mente quem serão os influenciadores. Ao usar o influenciador, você empresta sua marca para a voz dele e isso tem que estar em sintonia com a estratégia. O ideal sempre é escolher, negociar e fechar datas com influenciadores para então montar sua estratégia de maneira mais eficiente.

2. Chame o influenciador para montar o plano com você

Lembre-se que você não está pegando um garoto propaganda. O influenciador tem voz e conhece o seu público. Fazer com que ele participe desse processo será vital para uma campanha de sucesso. Além dele saber bem como se comunicar com seu público, ele também se sentirá mais responsável pelos resultados alcançados.

3. Saiba negociar valores e prazos

Uma das grandes dores de cabeça para quem monta planos com influenciadores e saber lidar com eles. Nem sempre eles têm um time de suporte que vai conversar contigo sobre essas questões mais burocráticas. Então, saiba ser claro e firme no que quer. Organize as datas de postagens, faça acompanhamento e feedback constantes e negocie o valor que sejam bom para ambos os lados.

4. Sempre peça para ver o material antes de ser postado

O influenciador tem sua voz e PRECISA ter liberdade na hora de criar seu conteúdo. Mas, isso não significa que ele pode fazer o que quiser. Tenha esse controle bem claro e peça para ver o material montado antes de ser postado. Dessa maneira, você evita erros e futuras retratações.

5. Defina bem os KPIs

Esse ponto é bem importante para entender o quanto a campanha foi bem-sucedida. Então, alinhe com os influenciadores o que você espera dessa campanha. É alcance? É conversão? É engajamento? É buzz? Converse e defina essas métricas.

Por último, saiba que o sucesso da campanha em marketing de influência está muito atrelado à combinação marca + influenciador. Por isso, eles têm que estar sintonia, têm que haver sentido na escolha e, principalmente, devem ambos estarem confortáveis na relação.

Agora que você já sabe muito sobre marketing de influência, que tal ficar por dentro de como grandes nomes do mundo dos negócios trabalham e alcançam grandes resultados? Então aproveite que o meuSucesso está com 7 dias grátis e entre na mente de mais de 40 empreendedores e seja inspirado por histórias reais.